“Leite” derramado…

Temos a tendência de só valorizar uma coisa quando a perdemos. Algumas vezes, conseguimos corrigir nosso erro e remediar a situação. Mas, na maioria das vezes, só podemos tentar corrigir as consequências de nossas decisões passadas ou aprender a conviver com elas. Quero dizer, se for possível “conviver”…

Enquanto isso, continuamos agindo como se não houvesse amanhã

Quem sabe? Talvez não haja mesmo!

Divergência de opiniões

Ultimamente tenho refletido um pouco sobre a sociedade atual por meio de alguns talentosos cartunistas. Como não poderia deixar de ser, o autor da vez (Jim Benton) tem alguns trabalhos bem interessantes:

jimbenton_opinions.png
Fonte: Jim Benton.

Quanta polidez!

A cabeça de Pudim

As tirinhas de Armandinho são realmente muito boas. Elas defendem conceitos e ideias valiosos de uma maneira não apenas lúdica, mas também delicada… De certa maneira, até ingênua!

Bem adequadas aos tempos coléricos e extremistas que estamos vivenciando…

armandinho_pontodevista.jpg
Fonte: Armandinho.

Claro que cada um tem a liberdade de escolher as referências e pontos de vista que nortearão suas opiniões! Mas podemos lamentar, não é?

P.S. Não, eu não estava de férias, foi corre-corre mesmo…

Uma questão de semântica

Existem palavras que achamos bonitas mas que nem sempre paramos refletir sobre o que realmente significam. Um bom exemplo é a palavra “semântica”: todos nós sabemos qual é a sua definição segundo os dicionários:

Semântica (substantivo feminino)
Parte da linguística que se dedica ao estudo do significado das palavras e da interpretação das frases ou dos enunciados.

(Dicio, Dicionário Online de Português)

Mas que tal um exemplo?

mentirinhas_divide_conquer.jpg
Fonte: Mentirinhas.

Achei que esse seria um bom complemento para a reflexão que propus há um tempo atrás… Afinal, follow-up está na moda!

Tempos polarizados

O mundo anda cada dia mais extremista! Tanto que, quando alguém ingenuamente tenta intermediar uma discussão para ajudar os participantes a chegarem a um meio termo (ou pelo menos respeitarem a opinião do outro), normalmente é atacado por aqueles que antes discutiam…

E ainda tem aqueles que chamam o ingênuo de “cinzentão”…