Espírito de ano-novo

toast.png

Maravilhoso para uns, difícil para outros, 2012 acabou, finalmente. Como era de se esperar, o mundo não acabou (mas muita gente ganhou muito dinheiro com essa conversa) e é hora de começar de novo.

Para o mundo, os dias 31 de dezembro e 1º de janeiro podem ser basicamente iguais, mas esse ciclo é importante para nós. Como disse Drummond, agora tudo começa outra vez, com outro número e a vontade de acreditar que daqui para diante, vai ser diferente.

Para ajudar a “carregar as baterias”, gostaria de compartilhar algumas mensagens de ano-novo das quais gostei muito:

  1. Se avexe não…, um “forrozinho danado de bão”;
  2. Um segundinho só…, uma mensagem curtinha, não demora nada; e
  3. Qual o segredo para ser feliz? Afinal, isso é o que importa, não é?

E então, o que você fez?

john_lennon.jpg

O fim do ano é uma época bastante propícia à reflexão. Em todos os lugares, mensagens novas e antigas convidam-nos a rever o que aconteceu, nossas ações e suas consequências.

Talvez tentemos nos convencer de que tudo que nos aconteceu, coisas boas e ruins (especialmente as ruins) valeu a pena e nos fez crescer, tornando-nos pessoas melhores. É possível que essa seja, afinal, uma das razões para termos inventado a contagem do tempo: poder encarar o amanhã como uma nova chance, apesar de ele ser, essencialmente, um dia igual a hoje.

Uma das mensagens mais frequentes vem na forma de um dos “temas oficiais” do Natal, uma canção gravada originalmente em 1971 como protesto contra a Guerra do Vietnã e regravada em diversas formas e versões (inclusive uma em português).

Ainda que o Brasil não se encontre em guerra no momento (não?), a letra é tão bonita que, mesmo correndo o risco de cair no lugar comum, merece ser lembrada:

Continue lendo

Dia do Amigo 2011

A tirinha abaixo homenageia o Dia do Amigo como eu gosto, de forma sincera e simples:

willtirando_amigos.png
Fonte: Will Tirando.

Os nossos amigos conhecem-nos na prosperidade. Nós conhecemos os nossos amigos na adversidade.
(John Churton Collins)

Mesmo com atraso, aos meus amigos, um muito obrigado!

Basta um olhar, e tudo vale a pena

É maravilhoso quando encontramos aquela pessoa que, no fim do dia, com apenas um olhar, traz cor ao dia mais cinza e faz tudo valer a pena. Melhor ainda, quando convivemos há 4.748 dias com essa pessoa.

A tirinha abaixo, retirada do espetacular Puny Parker, reproduz bem o que digo (clique na tirinha para ver a outra versão):

parker01port.jpg

O primeiro dia de aula

parker12port.jpg

Um novo dia…

Um beijo, meu amor!

Parabéns àqueles que acrescentam

jackson_do_pandeiro.jpg

José. Nome antigo, de origem hebraica, com milhões de representantes pelo mundo afora. Já nomeou igualmente ricos e pobres.

Parece que atualmente muitas mães preferem nomes mais “chiques”… Mas, apesar das inúmeras modas, esse ainda é um dos nomes mais populares da língua portuguesa, indo de “José dos Santos” a José Bento Renato Monteiro Lobato, um de meus escritores prediletos.

Não sei se foi por sorte, ou se o significado desse nome (“aquele que acrescenta”) corresponde à verdade, mas quase todos os Josés que conheço, começando por meu pai, são pessoas dignas de admiração e respeito.

Então, aproveitarei o aniversário de um deles para homenagear a todos com uma música do repertório do Rei do Ritmo, outro José de destaque:

Continue lendo