Mantenha seus amigos perto…

o_poderoso_chefao.jpg

E o mês de setembro terminou com apenas dois artigos, comprometendo, mais uma vez, meus planos de dominar o mundo escrever com mais regularidade. Portanto, nada melhor que um artigo nos primeiros dias de outubro para compensar.

Enquanto vivemos, nos relacionamos com muitas pessoas. A maioria não passa de meros conhecidos, de quem, quando muito, sabemos o nome e que cumprimentamos diariamente. Alguns são colegas, de escola ou do trabalho, com os quais convivemos durante bastante tempo e dos quais lembramos vagamente quando temos um ataque de nostalgia (como era mesmo o nome dele?). Poucos são nossos amigos, pessoas com as quais podemos contar nas necessidades. E raríssimos poderão ser chamados de bons amigos, em quem confiamos e com os quais, mesmo após longas separações, retomamos a amizade como se nada tivesse acontecido. Há também os melhores amigos, mas esses são hors concurs.

De forma análoga, os inimigos nos acompanham por toda a vida. Na verdade, como duas faces de uma mesma moeda, amigos e inimigos têm entre si uma linha tênue e, às vezes, difusa. Por essa razão, nosso relacionamento com eles sempre foi motivo de reflexão e controvérsia.

Continue lendo

A leitura como chave para o sucesso

conhecimento.jpg

Há três semanas atrás, faleceu José Saramago, o único escritor de língua portuguesa a ganhar o Prêmio Nobel de Literatura. Conheço pouco de sua obra, li apenas um de seus livros, Caim. Seu estilo era bastante incomum, causando estranhamento aos iniciantes. Mas, o humor irônico compensa facilmente o esforço inicial. Agora estou ansioso para ler Ensaio Sobre a Cegueira e as Intermitências da Morte.

Continue lendo

Regras que não se aprende na escola

charles_sykes.gif

Na internet, são comuns mensagens atribuídas a autores incorretos, caso do poema Os Votos. A última que vi trazia algumas orientações para estudantes, especialmente crianças e adolescentes.

Pelo que pude apurar, esse texto, supostamente um discurso proferido por Bill Gates, foi escrito por Charles J. Sykes, autor dos livros “Dumbing Down our Kids” e “50 Rules – Kids Won’t Learn in School”, e publicado originalmente no San Diego Union Tribune em 19 de setembro de 1996.

A versão que circula na internet sofreu modificações com o tempo, contando hoje com apenas 11 das 14 regras originais… Seguem as regras como costumam circular na internet, cortesia do Koruja.org:

Continue lendo

Alguns livros que desejo ler

superinteressante_2008_02.jpgAinda não entendi bem como a Revista Superinteressante pretende implementar o acesso gratuito ao seu arquivo: as revistas de 1987 até 2004, antigamente disponíveis em CD, têm seu conteúdo completamente liberado, mas uma parte do conteúdo das revistas posteriores ainda não está disponível online.

Entendo que eles podem precisar de um tempo para processar as revistas que não chegaram a ser oferecidas em CD, mas e as revistas novas? Por que não as produzem já no formato adequado?

De qualquer forma, a edição de fevereiro de 2008 trouxe, na seção Superfetiche, a sugestão de nove livros interessantes que estão entre os mais vendidos do mundo:

Continue lendo

Revendo a história brasileira

eduardo_buenoNa mesma revista que mencionei no artigo anterior, há uma entrevista com o escritor Eduardo Bueno, autor da coleção Terra Brasilis, que revisita alguns períodos de nossa história:

Ainda não li nenhum, mas a entrevista e esse podcast me deixaram curioso! Tentarei acompanhar a série de reportagens que ele fará no Fantástico e, assim que tiver um tempo, vou ler alguns dos seus livros.