Como escrever um e-mail convincente?

long_list_businessman.jpg

Quando nos comunicamos, informações são transferidas entre as partes. Se a comunicação for bem-sucedida, essa transferência irá influenciar o receptor de alguma forma. Essa influência pode ser maior ou menor, dependendo de vários fatores, como o conteúdo da mensagem, as partes envolvidas, o meio e o canal usados, por exemplo.

Entretanto, em certas situações, como no ambiente profissional, a comunicação deve ser capaz de transmitir ideias e propostas – e portanto, influenciar – da maneira mais eficiente e eficaz possível.

Como fazer isso? Há várias formas, mas você pode começar seguindo essas seis dicas simples:

Continue lendo

Nova página inicial

welcome_carpet.jpg

Concluindo a última reforma no layout, inaugurei hoje uma “página de boas-vindas”. Leve e ágil, ela passa a ser exibida no endereço oficial do site:

<http://www.jlcarneiro.com/>

Além da tradicional listagem dos artigos mais recentes e da história do site, ela traz, de forma organizada, os artigos mais lidos em cada categoria e os mais visitados nos últimos dias. A intenção é que, logo ao chegar, os visitantes tenham uma ideia geral da proposta e do funcionamento do site.

Continue lendo

Você sabe com quem está falando?

mystery_man.jpg

Você conhece Peter Steiner?

Ele é um novelista norte-americano, autor de quatro livros de mistério, mais conhecido por seu trabalho como cartunista do The New Yorker. Mais especificamente, por um cartum sobre a internet publicado há quase vinte anos, em 5 de julho de 1993.

Continue lendo

O que são trava-línguas?

albert_einstein.jpg

Trava-línguas (ou parlendas) são frases difíceis de ler ou repetir por trazerem palavras que, faladas rapidamente, são frequentemente trocadas ou mal pronunciadas. Normalmente usados em brincadeiras populares, têm ritmo fácil e rápido, como o clássico o peito do pé de Pedro é preto.

Geralmente, pede-se a alguém que repita o trava-línguas de forma rápida (fale depressa) ou várias vezes seguidas (repita três vezes) para provocar temporariamente um problema de dicção ou a paralisia da língua e, assim, divertir os ouvintes. São muito apreciados, especialmente pelas crianças, que se sentem desafiadas a dizê-los sem errar.

Continue lendo