Na minha época…

Sempre achei engraçado quando, passando por algum lugar, meus pais diziam: Na minha época, isso aqui era bem diferente! Nunca imaginei que eu fosse falar algo parecido tão rapidamente…

Eu sei que todos nós estamos ficando velhos, mas precisava “jogar na cara”?

Sensacionalismo generalizado

Descobri hoje (bem atrasado!) que o brasileiro Raimundo Rucke foi premiado com o segundo lugar na edição de 2015 do concurso Ranan Lurie de cartuns políticos, promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU):

rucke_premio_onu_2015.png
Fonte: Raimundo Rucke via Imprensa Pública.

Segundo o autor, o cartum é uma crítica ao que tem acontecido no mundo e também ao sensacionalismo da mídia.

Se ele achava isso quando idealizou o cartum em 2014, imagino o que pensa agora…

Conteúdo na internet hoje em dia

Houve um tempo em que a internet era um mar de informações (daí a expressão “navegar na internet”) e cada clique nos levava a uma descoberta…

Claro que encontrávamos algum lixo, mas a quantidade ainda não incomodava. Não podemos dizer o mesmo da estética da época, mas isso é assunto para outra hora…

Já hoje em dia…

owlturd_clickbait.jpg
Fonte: Owlturd Comix.

Continue lendo

Sim, mestre!

Continuando a reflexão iniciada em Prioridades (2) e Mal da modernidade (parte 2), segue um cartum de Manu Cornet, um cartunista francês (e profissional de informática!) que eu não conhecia até agora:

manucornet_mobile_relationship.pngFonte: Bonkers World.

Gostei do trabalho dele! É bem incisivo e o traçado lembra cartuns antigos!