Peixes burros?!

Hoje encontrei um cartum sobre a escravidão aos celulares de um autor que não conhecia e resolvi reproduzir aqui. Fiquei muito surpreso quando descobri que não só já conhecia aquele autor como já havia reproduzido dois outros trabalhos dele! Então, segue mais um inteligente cartum de Jim Benton

jimbenton_anglerfish.jpg
Fonte: Jim Benton

Sabe de nada, inocente!

Na minha época…

Sempre achei engraçado quando, passando por algum lugar, meus pais diziam: Na minha época, isso aqui era bem diferente! Nunca imaginei que eu fosse falar algo parecido tão rapidamente…

Eu sei que todos nós estamos ficando velhos, mas precisava “jogar na cara”?

Sensacionalismo generalizado

Descobri hoje (bem atrasado!) que o brasileiro Raimundo Rucke foi premiado com o segundo lugar na edição de 2015 do concurso Ranan Lurie de cartuns políticos, promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU):

rucke_premio_onu_2015.png
Fonte: Raimundo Rucke via Imprensa Pública.

Segundo o autor, o cartum é uma crítica ao que tem acontecido no mundo e também ao sensacionalismo da mídia.

Se ele achava isso quando idealizou o cartum em 2014, imagino o que pensa agora…

A cabeça de Pudim

As tirinhas de Armandinho são realmente muito boas. Elas defendem conceitos e ideias valiosos de uma maneira não apenas lúdica, mas também delicada… De certa maneira, até ingênua!

Bem adequadas aos tempos coléricos e extremistas que estamos vivenciando…

armandinho_pontodevista.jpg
Fonte: Armandinho.

Claro que cada um tem a liberdade de escolher as referências e pontos de vista que nortearão suas opiniões! Mas podemos lamentar, não é?

P.S. Não, eu não estava de férias, foi corre-corre mesmo…

Para todos os gostos

Quem nunca teve a tentação de dar “sugestões não solicitadas” aos amigos e familiares? Por outro lado, quem nunca teve que se controlar ao lidar com uma intromissão bem-intencionada?

willtirando_mudar_casa.png
Fonte: Will Tirando.

Essa é uma das razões porque gosto tanto de Anésia: apesar de fictícia, serve de válvula de escape dizendo o que todo mundo quer dizer, mas não tem coragem…