Para todos os gostos

Quem nunca teve a tentação de dar “sugestões não solicitadas” aos amigos e familiares? Por outro lado, quem nunca teve que se controlar ao lidar com uma intromissão bem-intencionada?

ruas_mudar_casa.png
Fonte: Will Tirando.

Essa é uma das razões porque gosto tanto de Anésia: apesar de fictícia, serve de válvula de escape dizendo o que todo mundo quer dizer, mas não tem coragem…

Visão conjugal

Atualmente estamos muito centrados em nós mesmos e em nossos “maravilhosos telefones”. Não é à toa que têm surgido tantos conflitos de relacionamento… Até as discussões passaram a ser digitais!

Estava conversando com um colega e me lembrei desse cartum que vi outro dia…

Acho que um relacionamento melhora muito quando nos lembramos que as características que nos apaixonaram na pessoa amada só afloram quando a tratamos como nossa parceira

Idiossincrasias femininas

As mulheres são impressionantes: elas fazem várias coisas simultaneamente, mantém a ordem na casa, preocupam-se com a carreira e com a família… E tudo isso sem perder a autoridade!

Quando são mães então…

willtirando_brincar_la_fora.png
Fonte: Will Tirando.

Só elas para fazerem duas determinações opostas parecerem complementares!

Por que essa onda antivacinas?

A campanha de vacinação contra sarampo e poliomielite (paralisia infantil) foi prorrogada de novo!

O povo vive reclamando que o governo não cuida da saúde mas, nas raras vezes em que ele faz algo certo, não aproveita!?

Já que argumentos não vêm funcionando, vejamos se a arte tem melhor resultado…

Continue lendo

Afinal, para que serve a Páscoa?

ovo_coelho.jpg

Como acontece quase todo ano, nesta Semana Santa recebi o texto abaixo.

Só que este ano, por alguma razão, deixei um pouco o humor de lado (o texto é hilário!) e parei para pensar um pouco sobre como a Páscoa vem sendo “sequestrada” pelo comércio, ano após ano…

(o que, diga-se de passagem, também ocorre com outras datas comemorativas, como o Dia das Mães e o Dia dos Pais, por exemplo.)

Por isso, convido-o a ler o texto a seguir, colocando-se no lugar no menino, que não consegue conciliar o que sabe da festa com o que vê na realidade…

Continue lendo