Para um sabido…

laughing_lawyer.jpg

Essa semana, conversando sobre profissões, lembrei de uma anedota clássica sobre advogados.

Ela traz uma pequena lição de moral, ao estilo de uma anedota sobre engenheiros de software que publiquei aqui no site há algum tempo.

Aproveitando que hoje é sexta-feira, que tal aprender sorrindo?

Continue lendo

Caveat emptor?

Ainda me surpreendo com o comportamento de algumas pessoas quando o assunto envolve dinheiro. Sem muito esforço, lembro de três ocasiões:

  1. CRM (mal) aplicado…;
  2. Quanto vale um cliente?; e
  3. Macacos de imitação?.

Essa semana, vi uma tirinha de Calvin e Haroldo que aborda esse assunto de forma muito engraçada:

Continue lendo

Macacos de imitação?

macaco_socrates.jpg

Ninguém é perfeito, nem as pessoas, nem as organizações.

Uma das estratégias para o auto-aperfeiçoamento é, para cada área a ser melhorada, encontrar um modelo a ser seguido e tentar imitá-lo. Grosso modo, pode ser comparado à técnica de benchmarking:

Benchmarking é simplesmente o método sistemático de procurar os melhores processos, as ideias inovadoras e os procedimentos de operação mais eficazes que conduzam a um desempenho superior.
(Christopher E. Bogan)

O problema é quando essa estratégia é usada de forma incorreta:

  • copiando cegamente processos e ideias inadequados fora de seu contexto original; ou
  • fazendo uma cópia mal acabada, pouco parecida com o original.

Continue lendo

Dicas para a Sexta-feira Negra

santa_wants_you.png

Nos Estados Unidos, a quarta sexta-feira do mês de novembro (dia seguinte ao Dia de Ação de Graças) é chamada de Black Friday (sexta-feira negra) e abre o período de compras para o Natal.

A mais nova moda entre os comerciantes brasileiros é implantar mais esse costume aqui no Brasil. Imagino o porquê…

Infelizmente, os comerciantes brasileiros parecem não ter compreendido muito bem a ideia (um dia de ótimas oportunidades de negócio). Culpa de Gérson? Pode ser, não sei…

Continue lendo

Será que merecemos os políticos que temos?

urna_bandeira.jpg

Nunca vi um técnico da Seleção Brasileira de Futebol que agradasse a todos. E olhe que já tivemos vários, inclusive um argentino!

(Eu sei, também não acreditei que fosse verdade…)

Voltando ao assunto, coisa parecida acontece com os políticos: quase nunca correspondem às expectativas e, para piorar, muitas vezes terminam envolvidos com corrupção. Tanto que, na maioria das vezes, as pessoas associam a palavra “política” a desonestidade…

O irônico é que as pessoas se queixam dos políticos mas parecem esquecer que, segundo nossa Constituição:

Ou seja, nossos políticos são brasileiros como nós.

Continue lendo