Sexta-feira, dia de rir (para não chorar!)…

simpsons_the_scream.jpg

Como a manhã foi meio atribulada, resolvi ler algumas notícias de jornal para “espairecer”…

Ao ver o título de um artigo de Marcelo Rubens Paiva (Túnel inaugurado com erro. De ortografia), imaginei Pronto! Esqueceram de acentuar a palavra ‘túnel’

Continuei lendo e não acreditei no que vi!

Continue lendo

O apocalipse zumbi segundo os Simpsons

E não é que surgiu uma versão mais bem humorada da estampa que associava o fim do mundo à dependência da televisão?

zombie_apocalypse_homer.jpg
Fonte: Anúncio da Red Bug.

Simpsons style!

Que caminho seguir?

Às vezes, vejo-me forçado a concordar com André do Ceticismo.net que parece brasileiro não gosta de Ciência. Alguns exemplos:

Eu sei que a Ciência é árida (até chata, às vezes), mas tudo o que usufruímos hoje é oriundo dela em alguma de suas formas, desde o aparelho em que você lê este texto até os tratamentos médicos que vêm aumentando a expectativa de vida humana ao longo dos anos

nonsequitur_caminhos.png
Fonte: Non Sequitur.

Quando mudaremos isso? A mudança começa em casa e o maior interessado somos nós!

Afinal, como diz meu pai, nada que é bom vem fácil

Atualizado em 10/06/2016 às 9h30: variei os temas dos exemplos, estavam um pouco repetitivos.

O tempo passa…

O cartum a seguir lembrou-me de umas reflexões que fiz há cerca de dois anos: de todos os envolvidos (pais, filhos e professores) quem é o maior interessado no correto aprendizado? E, na incapacidade deles, quem deve (ou deveria) se responsabilizar por isso?

Continue lendo

Prioridades…

Acho que a mídia gosta de alguns eventos não apenas pela audiência, mas principalmente pela pauta fácil – basta atualizar a notícia do ano anterior com algumas fotos ou depoimentos novos e pronto: mais fácil que preparar macarrão instantâneo!

Por exemplo, o Enem 2015 trouxe consigo várias reportagens sobre os tradicionais atrasos de candidatos. Hoje o assunto já é velho, mas gostei do tom deste cartum:

Continue lendo