Análises organizacionais

jigsaw.jpg

A análise organizacional objetiva a identificação dos problemas organizacionais, bem como as ações de resoluções da problemática identificada.

Por essa razão, é uma ferramenta importante na definição dos sistemas de informações de uma organização.

A seguir, o material de apoio a essa aula para os alunos de OSM.

Análises organizacionais (151 KB).

Sistemas de Informações Gerenciais

decision_making.jpg

As decisões gerenciais têm grande importância em uma empresa. Algumas decisões, quando erradas, podem comprometer sobrevivência de toda a organização. Por essa razão, é importante subsidiar as decisões gerenciais, em todos os níveis, com informações de boa qualidade.

Os sistemas de informações gerenciais desempenham esse papel, recolhendo, manipulando e disseminando dados e informações para ajudar os processos de negócio e operações, tomadas de decisão e estratégias competitivas.

Sistemas de Informações Gerenciais (168 KB).

Teoria das Organizações

collaborate.jpg

No decorrer da história humana, surgiram organizações progressivamente mais complexas. Simultaneamente cresceu a habilidade humana em lidar com tais organizações, culminando no conjunto de ensinamentos vulgarmente conhecido como Teoria das Organizações.

Para os alunos de OSM, segue o material que uso nessa aula.

Evolução da Teoria das Organizações (289 KB).

Introdução à OSM

collaborate.jpg

À medida que as organizações tornam-se mais complexas, aumenta a importância do conhecimento gerencial. A disciplina Organização, Sistemas e Métodos estuda as organizações por meio da análise de cada uma das suas atividades, a fim de criar procedimentos que venham a interligá-las de forma sistêmica.

Para os alunos de OSM, segue o material que uso na primeira aula teórica.

Introdução à Organização, Sistemas e Métodos (118 KB).

A Economia da Informação Contábil

simbolo-con.png

Vindo de uma família de contadores, qualquer material que valorize essa profissão me interessa. Costumo, inclusive, repetir que os contadores ignoram o poder que têm.

Finalmente, achei um artigo que explica isso de forma brilhante.

Observe um trecho:

O profissional contábil, portanto, não percebe o poder informativo que tem sua própria profissão, não tirando o melhor proveito do seu trabalho. Poder este já foi percebido por outras profissões, principalmente, administradores, economistas e engenheiros, que, cada vez mais, tentam substituir o contador. Eles fazem o que este não procura fazer, que é dar informação certa para o usuário certo, no momento tempestivo. Estas condições indispensáveis para que a informação tenha utilidade, o contador tem plena facilidade para disponibilizar da maneira mais precisa e rápida possível e não o faz.

Esse artigo foi publicado no XVI Congresso Brasileiro de Contabilidade (out. 2000).

A Economia da Informacao Contábil (153 KB).

Você também pode acessar a página original desse e de outros artigos interessantes.