Não basta ter bom hardware…

Quase todo mundo gosta de piadas (só não digo “todo mundo” para evitar discussões) e muita gente gosta de contá-las, mesmo no ambiente de trabalho. Arrisco dizer até que (quase) toda profissão tem seu conjunto particular de piadas!

O problema é que nem todos os profissionais são bons em piadas e, infelizmente, as piadas de informática normalmente não são tão engraçadas. Portanto, para evitar mal-entendidos: se não gostar da piada a seguir, lembre que ela não tem duplo sentido nem reflexão embutida, é apenas uma “piada de informática”, ok?

vida_suporte_new_horizons_cpu.jpgFonte: Vida de Suporte.

Fraquinha, né? Desculpe, nossas piadas são assim mesmo, paciência!

Castigo eterno?

Não sei dizer como era o senso de humor de Steve Jobs. Mas, todos sabíamos que as piadas seriam inevitáveis.

Ao menos essas são inteligentes: cobrem várias possibilidades…

Após o susto inicial, Jobs descobre que foi requisitado em outro lugar… Continue lendo

Steve Jobs: três histórias, uma lição de vida

steve_jobs.jpg

Steve Jobs está morto.

Pensando friamente, não é grande coisa: uma pessoa morreu, milhares morrem todos os dias. Uma celebridade morreu, várias morrem todos os anos. Mas Steve Jobs não era qualquer um. Longe de ser perfeito (muitas das pessoas que o conheceram o descreveram como arrogante, orgulhoso, grosseiro, etc.), o fundador da Apple foi um visionário.

Você pode nunca ter usado um produto da Apple (eu nunca usei), mas muito do computador que você está usando agora, você deve a esse homem: muito da interface gráfica, a busca pela simplicidade e pela facilidade de uso, o uso do mouse e até o próprio conceito do computador pessoal têm o dedo dele no meio.

Chega de falar de tecnologia. Se quiser ter uma idéia de sua importância para a história do computador e para a tecnologia atual como um todo, leia meu artigo Uma vida de conceitos ou assista ao filme Piratas da Informática. Hoje, meu objetivo é, como última homenagem a um homem muito inteligente, reproduzir a mensagem que ele passou para os formandos da Universidade de Stanford em 2005.

Continue lendo