O Caso Palmeira

simbolo-adm.png

O caso abaixo é uma boa introdução para OSM por apresentar, de forma descontraída, a visão normalmente associada a esta disciplina.

O Caso Palmeira

Por Tadeu Cruz

osm-cruzNa década de 70/80, um gerente de O&M (numa empresa grande multinacional e com departamento de organização e sistemas cheio de gente experiente, 80 pessoas ao todo), deu a seguinte tarefa para um de seus funcionários:

– Sr. Palmeira, preciso que o senhor assuma essa tarefa.
– Sim, chefe. Sou todo ouvidos, pode falar.
– Levante o fluxo atual de informações no departamento de compras. Quero o fluxo complexo, descrito e desenhado graficamente.
– Certo, chefe.
– Quero todos os passos levantados, desde o momento em que o usuário entrega a requisição de compra no departamento de compras até a hora em que o material chega na recepção. Entendeu, Sr. Palmeira?
– Sim, disse o Sr. Palmeira, já fazendo menção de se levantar da cadeira para começar imediatamente o trabalho pedido.

– Calma, Sr. Palmeira, calma, disse o chefe. Ainda não terminei de explicar a tarefa.
– Tem mais tarefa, chefe?

O chefe, sem responder diretamente a pergunta, continuou:

– Depois que levantar a situação atual do departamento de compras eu quero que desenhe um novo fluxo de informações levando em consideração o novo sistema que o pessoal de sistemas está  desenvolvendo. Entendido?
– Sim. Posso começar já?
– Está envolvido com alguma outra tarefa?
– Sim, mas nada é muito importante.
– Então, pode começar imediatamente.

Algum tempo depois, Sr. Palmeira volta com o trabalho pronto.

– Está pronto, Sr. Palmeira?
– Está pronto, chefe.
– Deixe-me ver.

O chefe pegou a pasta das mãos do Sr. Palmeira e, colocando-a sobre a sua mesa examinou-a por algum tempo. Examinou o fluxo atual e o novo fluxo proposto por Sr. Palmeira. Colocou os dois em cima da mesa, um ao lado do outro, e comparou-os. A mesma quantidade de folhas que tinha um tinha o outro.

De longe, eu observava a cena com interesse.

O novo fluxo, para o qual olhava de longe, não diferia muito do antigo; pelo menos em tamanho, ambos eram iguais.  O fluxo antigo ocupava umas cinco páginas de papel de tamanho A4, o novo também. E ambos estavam muito desalinhados.

Depois de algum tempo em silencio, estudando os dois fluxos, José Roberto disse:

– Seu Palmeira, o senhor precisa reduzir esse fluxo novo. Ele está muito grande.
– Como assim, reduzir, perguntou.
– Tente reduzi-lo para que ocupe no máximo uma ou duas páginas, explicou sucintamente o chefe.

Sr. Palmeira levantou-se, pegou a pasta, e dando a entender que tinha compreendido tudo o que o chefe pedira, afastou-se.

Aquela cena me chamou atenção por dois fatos. O primeiro foi o fato de o Sr. Palmeira ter desenhado dois fluxos praticamente idênticos, tanto o velho quanto o novo tinham sido desenhados com o mesmo número de atividades. O segundo foi à maneira pela qual o chefe tinha pedido para que Sr. Palmeira racionalizasse o novo fluxo.

Algum tempo depois, o Sr. Palmeira voltou com a mesma pasta debaixo do braço e, colocando-a sobre a mesa do chefe, disse:

– Pronto, chefe, já fiz o que o senhor pediu.
– Deixe me ver.
– Reduzi o novo fluxo a apenas uma página.

Nesse momento, vi o chefe ficar branco, azul, roxo, vermelho de raiva. Colocou as duas mãos na cabeça e, apoiando-as na mesa, permaneceu por um instante quieto. Eu não sabia se ele estava pensando, rezando ou chorando. Levantei-me e fui a sua mesa, caminhando de um jeito meio displicente, como quem não quer nada, mas morrendo de curiosidade. Ao me ver aproximar, ele disse:

– Pode deixar Sr. Palmeira. Pode deixar aqui e voltar para o seu lugar.

Sr. Palmeira levantou-se e, com uma expressão que denotava completa ignorância, afastou-se da mesa do José Roberto.

– O que foi que aconteceu, José?

Ele me contou que o Sr. Palmeira pegou cada página contendo uma parte do fluxo novo e, reduzindo-a na máquina de xerox , deixou cada uma no tamanho que possibilitou a ele colar todas as partes do fluxo  numa única folha de papel.

QUESTÕES PARA DEBATE:

  1. O que o senhor Palmeira fez de certo e de errado em sua análise?
  2. O que o chefe esperava que ele fizesse?
  3. O que você faria com os conhecimentos que tem no momento?
  4. O que você acha que seja O&M?
  5. Faça uma lista das empresas que você conhece que tenham algum órgão de O&M.

23 comentários sobre “O Caso Palmeira

  1. Estou cursando o segundo período de administração e o caso do Sr. Palmeira é a atividade que tenho que responder. Eu respondi, mas estou com dúvidas se respondi corretamente. Se vocês tem as resposta e puder me enviar para comparar com as minhas ficarei muito grato.
    Desde já agradeço a atenção dispensada.

    • Reinaldo, o Caso Palmeira é um caso introdutório do livro de Tadeu Cruz. Nâo há uma "resposta certa".

      O objetivo do professor é sondar o conhecimento prévio do aluno sobre OS&M e dar a ele uma visão do que será visto na disciplina.

  2. Boa noite,
    Gostei muito do caso Palmeira, tenho uma opinião a respeito, mas gostaria de um comentário mais aprofundado sobre o referido caso.

    Obrigado

    Rosana

  3. Gostaria de receber uma resposta desse texto do caso palmeira não consigo entender. abraçossssssssss

    • Susan, veja a resposta que dei a Fábio.

      Mas posso adiantar que se o Palmeira usasse O&M corretamente, teria analisado a rotina, e não a reduzido por meios ópticos…

  4. Sou acadêmica no 4ºPeríodo de Administração, e estou fazendo uma análise deste Estudo de Caso;concordo que não há uma resposta correta,pois, tudo depende do contexto que envolve a estrutura organizacional desta empresa, mas analisando o texto no inicio ele fala de funcionários experientes; como experiência?O que é experiência em OSM? Conhecer métodos e sistemas do processo, no qual as pessoas envolvidas participem diretamente de sua viabilidade.

  5. Positivo: atendeu prontamente a ordem do superior.
    Negativo: não analisou profundamente a ordem formulada pelo superior e, mesmo tendo dúvidas, não se prontificou a tentar perguntar para obter as respostas necessárias para a execuçãso do mesmo.

  6. ooi,eu estou cursando o 1 ano do ensino médio integrado com o técnico e na minha apostila tem esse texto com as mesmas perguntas, mais eu nao consegui entender todas porque estão muito complexas. alguem poderia me ajudar ??

  7. Oi,eu estou cursando o 2º periodo de Administração e eu tenho que responder as perguntas do debate para levar para a professora amanha e eu gostaria que me mande por e-mail as suas resposta para eu ter uma ideia e fazer as minhas.

    Ja de agora agradeço.

  8. ‘ boa tarde , queria uma opinião , ou algum comentario que pudesse me ajudar na questão 2 ” o que o chefe esperava que ele fizesse ? ” algo que possa me ajudar a criar minha resposta para um trabalho .

    • Cleyton, espero que o trecho abaixo ajude a clarear a questão:

      Aquela cena me chamou atenção por dois fatos. O primeiro foi o fato de o Sr. Palmeira ter desenhado dois fluxos praticamente idênticos, tanto o velho quanto o novo tinham sido desenhados com o mesmo número de atividades. O segundo foi à maneira pela qual o chefe tinha pedido para que Sr. Palmeira racionalizasse o novo fluxo.

  9. Oi,eu estou cursando o 2º Modolo de Técnico em Administração e eu tenho que responder as perguntas do debate para levar para a professora hoje e eu gostaria que me mande por e-mail as suas resposta para eu ter uma ideia e fazer as minhas.

    Desde já agradeço.

    • Vitória, como respondi a Reinaldo, o Caso Palmeira é um caso introdutório do livro de Tadeu Cruz e não tem uma “resposta certa”.

      O objetivo do professor é sondar o conhecimento prévio do aluno sobre OSM e dar a ele uma visão do que será visto na disciplina.

  10. graduando eng. Florestal;
    analise dos processos por ferramentas ( ciclo pdca, 5w2h, benchmarking, diagrama pareto, até um estud’ layout) encontrar pontos de gargalo no fluxo de info, ordem, doc, pessoas. visando dinamizar processos, de forma clara e dinamica apontar (o que) propostas de (como e quando)….
    contribua !! continuando e completando
    =)

  11. Boa Tarde ,
    Me chamo Eunice , estou cursando o 3° período em administração de empresas e me chamou atenção esse caso por ele ser meio complexo de que maneira O Sr. Palmeira ele fez o que o chefe pediu , mas de um lado negativo não cumpriu o que chefe esperava dele e ainda fez um gráfico idêntico , ou seja, parece que ele não fez aquela análise e de dessa maneira , o complicou.

  12. 1. O que o senhor Palmeira fez de certo e de errado em sua análise?

    Certo: atendeu prontamente a ordem do superior. Entendeu que era para fazer o fluxo completo levantando dos passos do departamento de compras, porém não tirou duvidas referente a execução do trabalho.
    Errado: não analisou profundamente a ordem formulada pelo superior e, mesmo tendo dúvidas, não se prontificou a tentar perguntar para obter as respostas necessárias para a execução do mesmo.

    Se o Palmeira usasse O&M corretamente, teria analisando a rotina, e não a reduzido por meios ópticos.

    2. O que o chefe esperava que ele fizesse?

    Esperava otimizar o fluxo para melhorar os resultados, assim eliminar informações desnecessárias, solucionar e evitar futuros problemas para a empresa.

    3. O que você faria com os conhecimentos que tem no momento?

    Pedira mais clareza do chefe, faria um novo fluxo, reduziria as atividades, aumentaria as informações adicionando mais detalhes de uma forma mais simplificada.

    4. O que você acha que seja O&M?

    Nada mais que organização e métodos (contribui para o aperfeiçoamento organizacional) conjunto padrão, normas e conhecimento, que serve para orientar o processo decisório dentro de uma organização.

Deixe um comentário:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.