Peixes burros?!

Hoje encontrei um cartum sobre a escravidão aos celulares de um autor que não conhecia e resolvi reproduzir aqui. Fiquei muito surpreso quando descobri que não só já conhecia aquele autor como já havia reproduzido dois outros trabalhos dele! Então, segue mais um inteligente cartum de Jim Benton

jimbenton_anglerfish.jpg
Fonte: Jim Benton

Sabe de nada, inocente!

Sem resposta…

Com o término da missão da sonda Opportunity, talvez essa história em quadrinhos, publicada em 2017 durante a comemoração dos 13 anos da missão, venha a ser refeita, para inverter os “papéis principais”…

Pensavam que a sonda Opportunity (uma recordista já naquela época) sobreviveria à sonda Curiosity (lançada em 2012), mas futurologia é assim mesmo. Além disso, achei pouco os 284 anos que consideraram necessários para o encontro.

Independentemente desses detalhes, achei muito oportuna a mensagem de alerta que ela nos passa!

Desculpem-me, eu não resisti ao trocadilho!

Conteúdo na internet hoje em dia

Houve um tempo em que a internet era um mar de informações (daí a expressão “navegar na internet”) e cada clique nos levava a uma descoberta…

Claro que encontrávamos algum lixo, mas a quantidade ainda não incomodava. Não podemos dizer o mesmo da estética da época, mas isso é assunto para outra hora…

Já hoje em dia…

owlturd_clickbait.jpg
Fonte: Owlturd Comix.

Continue lendo

O feitiço virou contra o feiticeiro…

E se a indústria automobilística fosse como a indústria de tecnologia? Volta e meia vejo comparações como essa. Normalmente, piadas, claro! Afinal, ambas usam todos os artifícios possíveis (éticos ou não) para nos estimular a comprar continuamente…

Mas só pela velha rixa entre Microsoft e Apple (devia ser entre PC e Mac, já que carros tecnicamente são hardware), vale a pena ver três versões de uma delas…

cars_windows_vs_mac_1.jpgcars_windows_vs_mac_2.jpgcars_windows_vs_mac_3.jpg
Fonte: Desconhecida (internet).

A segunda e a terceira charges parecem ser edições feitas sobre a primeira (que retrata o “carro Microsoft” como uma dor de cabeça), que aparenta ser a original.

Será mais um caso daquele velho ditado O feitiço virou contra o feiticeiro?