Você é pedófobo?

crianca_agressiva.jpg

Por falta de tempo, tenho publicado mais cartuns do que texto. Às vezes, porém, um assunto mais profundo vence a correria diária e impõe a necessidade de um texto.

É o caso de um texto que li hoje sobre educação infantil.

Na maior parte do tempo, sou criticado por reclamar que estão dando direitos demais (e obrigações de menos) aos jovens. Às vezes, porém, encontro alguém mais convincente do que eu que concorda comigo, como aconteceu com Rosely Sayão, Lya Luft e Lílian Silva.

Hoje, encontrei o excelente texto a seguir…

Continue lendo

Dia das Bruxas moderno…

Até que acho divertido o folclore relativo ao Dia das Bruxas (apesar de esquecerem que o nosso floclore também é rico em personagens como o Saci, o Curupira, o Boitatá e a Mula-sem-cabeça).

Contudo, quando vi o cartum abaixo, concordei que, se as coisas continuarem se modernizando como estão (com vampiros purpurinados, por exemplo), no futuro os adultos preferirão lidar com as travessuras das crianças…

halloween_moderno.pngFonte: Reality Check.

Qual será o futuro do país do futuro?

Em 1941, ainda dependíamos muito do desempenho do café no exterior, a tuberculose ceifava 200 mil pessoas por ano, mais da metade da população brasileira era analfabeta e cerca de um terço das crianças estava fora da escola. Mesmo assim, o escritor austríaco Stefan Zweig viu razões para publicar o livro “Brasil, País do Futuro“.

Eu sei que o tema central do livro era a possibilidade de um país se desenvolver sem guerras. Mas acredito que, com o devido tempo e trabalho sério, o Brasil pode vir a ser o país vislumbrado por Zweig.

Porém, confesso que, quando vejo absurdos como o retratado por Will Leite, fico preocupado:

willtirando_orgulho_do_bbbrasil.pngFonte: Will Tirando.

O pior é que não é implicância minha. Continue lendo