No dos outros…

O mundo hoje anda muito chato, com as pessoas sempre reclamando de alguma coisa! Há pessoas que reclamam “a favor disso”, outras que reclamam “contra aquilo” e, como não poderia deixar de ser, pessoas que reclamam pelo direito de reclamar!

Geralmente, cada um desses reclamões manifestantes escreve um “textão” para “causar” ou “lacrar” em suas redes sociais… O curioso é que, por mais variados que sejam, eles normalmente têm uma coisa em comum:

jagodibuja_humor.pngFonte: JagoDibuja.com.

Tragédia é se eu cortar o meu dedo. Comédia é se alguém cair num bueiro aberto e morrer.
(Mel Brooks)

Contra a força…

lobo_cordeiro.png

Continuando a reflexão proposta no começo do mês (e a sequência de textos de antigos livros didáticos de Língua Portuguesa), trago uma clássica fábula, recontada por Monteiro Lobato.

Esta é uma das fábulas de Esopo, escritor grego que viveu no século VI A.C. e teve um conjunto de textos reunidos e atribuídos a ele por Demétrius, em 325 A.C.

Desde então, as fábulas tornaram-se clássicos da cultura ocidental e tiveram centenas de versões, devidamente atualizadas, demonstrando a universalidade das lições neles contidas:

Continue lendo

Bom ou mau?

o_homem_que_calculava.jpg

Hoje eu estava conversando com um colega do trabalho sobre as surpresas que a vida nos reserva: o que temíamos às vezes traz benefícios, enquanto o que desejávamos às vezes traz apenas problemas.

Falamos sobre a parábola de um sábio que avaliava os lados positivo e negativo de cada coisa que acontecia em sua vida e terminei me lembrando que já havia visto algo assim antes…

Pesquisando um pouco, encontrei o texto abaixo, que vi pela primeira vez ainda criança em um livro de Português:

Continue lendo

Afinal, para que serve a Páscoa?

ovo_coelho.jpg

Como acontece quase todo ano, nesta Semana Santa recebi o texto abaixo.

Só que este ano, por alguma razão, deixei um pouco o humor de lado (o texto é hilário!) e parei para pensar um pouco sobre como a Páscoa vem sendo “sequestrada” pelo comércio, ano após ano…

(o que, diga-se de passagem, também ocorre com outras datas comemorativas, como o Dia das Mães e o Dia dos Pais, por exemplo.)

Por isso, convido-o a ler o texto a seguir, colocando-se no lugar no menino, que não consegue conciliar o que sabe da festa com o que vê na realidade…

Continue lendo

De quem é a culpa, afinal?

Com os surpreendentes acontecimentos desta semana, parece que os ânimos vão se acirrar novamente… Por isso, segue uma excelente tirinha de Will Leite, na mesma linha de outras tirinhas do ano passado:

willtirando_a_culpa_e_minha.pngFonte: Will Tirando.

Como diria um certo senhor:

A culpa é minha e eu ponho ela em quem eu quiser!
(Homer Simpson)