Faça referências segundo as regras ABNT gratuitamente

monografias_universia_small.jpgHá alguns meses, indiquei um tutorial sobre como escrever monografias.

Como cautela nunca é demais, aproveito para recomendar um ótimo artigo do Efetividade.net sobre o mesmo assunto. Com destaque para a presença da própria norma. Você leu certo: a NBR 6023, que normalmente custa cerca de 40 reais, oferecida gratuitamente! E, indo à página da Revista Aproximação, também é possível obter a NBR 10520, que custa cerca de 20 reais.

Entretanto, quem já tentou fazer uma referência, sabe que os exemplos constantes na norma (e na maioria dos tutoriais) nem sempre são suficientes… Para esses casos, encontrei, via TecnoSapiens, o MORE, um mecanismo online para referências. Muito intuitivo, basta selecionar o tipo de documento referenciado e preencher os campos com as informações disponíveis sobre a obra.

Continue lendo

Como escrever monografias

Fim de semestre é mais ou menos assim (corrijam-me se estiver errado):

  • alguns alunos, que deram pouca atenção a algumas disciplinas no primeiro bimestre, tentando recuperar o prejuízo em detrimento do desempenho nas disciplinas restantes;
  • outros, preocupados com o excesso de faltas, faltando aulas para terminar trabalhos de fim de semestre; e
  • formandos que precisam concluir o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) para se formarem.

Quanto aos primeiros, ainda não sei como ajudá-los. Mas, para aqueles que estão lidando com um TCC, encontrei, via Matérias Jurídicas, um ótimo tutorial do site Universia Brasil.

Talvez não seja “o guia definitivo”, mas, com uma linguagem fácil e recheado de exemplos, pode ser de grande ajuda para aqueles que estão no fim do prazo.

Clique na figura abaixo para acessá-lo:

monografias_universia.jpg

E bom trabalho!

Reunião sobre formato ODF no Governo Federal

odf-100x100.pngAcabei de ler (atrasado) que o Comitê Técnico de Implementação de Software Livre (CISL) realizou hoje uma reunião em Brasília para tratar sobre a migração para o BrOffice.org e a adoção do formato ODF (formato aberto de documentos para aplicações de escritório) como padrão para todo o Governo Federal.

Sei que provavelmente será “apenas uma reunião”, não significará nada definitivo e eu estou com esperanças vãs. Mas o mesmo raciocínio se aplicava às chances do ODF ser aprovado pela ABNT

Por via das dúvidas, já coloquei, na barra lateral, um selo promovendo a adoção do formato e acrescentei o logotipo à galeria de imagens de software. Afinal, se não pelas vantagens técnicas, é uma forma de economizar nosso rico dinheirinho

Fonte: Portal do Software Livre (via BR-Linux).

Tenho uma boa e uma má notícia…

newsie.png

Concluindo um processo iniciado há alguns meses, no último dia 12 foi publicada a norma NBR ISO/IEC 26.300, reconhecendo o formato ODF como padrão ABNT.

Em compensação…

A licitação para compra de licenças do Microsoft Office 2007 para a Receita Federal, que estava suspensa desde o começo do ano em virtude de recomendação do Ministério Público Federal, acabou de ser autorizada pelo TCU.

Pena! Com o Governo Federal apoiando o Software Livre e o Openoffice.org 3.0 já em testes, serão gastos em torno de 41 milhões de reais para que a maioria dos usuários use apenas negrito, itálico e sublinhado