Sociedade Amigos de Plutão

Recebi um e-mail com um recorte escaneado de uma coluna de jornal onde o escritor se indignava com a criação de uma ONG, chamada “Sociedade Amigos de Plutão”, fachada para nova onda de corrupção. Já comecei a ler mal-humorado mas, à medida que lia, via que parecia um trote.

Procurei na internet e descobri um blog que comenta o assunto com detalhes. Resumindo:

amigos_plutao

  1. o jornalista Carlos Chagas escreve uma matéria irônica sobre corrupção;
  2. o cronista, poeta, autor teatral e professor de redação Jaime Leitão lê a matéria e, sem pesquisar a veracidade, escreve uma coluna indignado com o assunto;
  3. os leitores lêem a coluna e começam a repassar por e-mail (normal…)
  4. o senador Heráclito Fortes (PFL) toma para si o trabalho de falar sobre essa ONG;
  5. Carlos Chagas escreve uma retratação onde declara, explicitamente, que era só uma metáfora;
  6. Jaime Leitão também se retrata, tentando explicar seu erro.

Não sei o que me surpreende mais:

  • um país onde acontece tanta coisa absurda que uma coluna como essas corre o risco de ser levada a sério;
  • um cronista, poeta e autor teatral que não checa a veracidade dos fatos sobre os quais escreve;
  • um professor de redação que não reconhece uma metáfora, nem ao menos desconfiando dela;
  • políticos tão incompetentes que falam sobre o que não conhecem (e ainda erram os dados do discurso);
  • internautas tão despreparados que criam (mais) uma corrente sobre um hoax tão característico; ou
  • eleitores tão despreparados (e desesperados) que usam uma falácia dessas como bandeira de campanha

Acho que é o tal professor de redação… Ele ainda argumentou!

Alguns trechos:

[…] Não encarei como metáfora ou ficção porque ele colocou valores e retiradas dos membros da ONG e afirmou que havia saído no Diário Oficial.

Se alguém afirma que algo saiu no Diário Oficial, só pode ser verdade! Se os vigaristas do conto do vigário descobrirem isso…

Durante os dias subseqüentes à publicação do artigo, chequei para ler algum desmentido do próprio Carlos Chagas. Como não apareceu nada, quase um mês depois, publiquei o artigo intitulado: “Essa é pior do que a do dossiê”, relatando a criação dessa ONG a partir da afirmação de Carlos Chagas.

Opa, errei! Ele checou a veracidade sim! Pelo revolucionário método da “pesquisa passiva”…

Eu também me retrato por ter acreditado na afirmação irresponsável do articulista Carlos Chagas. […]

O sujeito é cronista, poeta, autor teatral e professor de redação, mas não reconhece uma metáfora e não checa a veracidade do que publica. Só eu acho que ele também é irresponsável?

O cineasta norte-americano Orson Welles, em 1938, relatou em um programa de rádio, em forma de reportagem verossímil, com gritos de horror e outros efeitos jornalísticos, que a Terra estava sendo invadida por marcianos. Isso causou pânico em milhões de pessoas nos Estados Unidos.

Mas os que acreditaram não eram professores de redação

Misturar ficção com realidade, por mais criativo que possa parecer, pode causar problemas sérios. A verdade é insubstituível.

É verdade… Tá difícil, o negócio…

4 comentários sobre “Sociedade Amigos de Plutão

  1. Incrível como tive a mesma sensibilidade do nosso amigo aí. Recebi o email de uma irmã e na mesma hora duvidando de tão ridícula matéria e da percepção de nosso colega "redator, cronista…", fui direto na iternet pesquisar sobre o assuno e eis que caio aqui. Ainda bem que existem outras pessoas com senso crítico suficiente para não acreditarem em qualquer notícia. Pois é… é a internet se propagando como um grande sofisma.

  2. Pow, minha situação é idêntica a do amigo acima. Recebi o e-mail a algum tempo, decidi verificar agora… interessante esse tipo de coisa.

  3. Parece que a "brincadeira" tem um fundo de verdade que ainda não pode vir a tona por se tratar de matéria em investigação …

Deixe um comentário: