São defensores da liberdade de expressão…

edgarvasques_charlie.jpg

Anteontem, o atentado aos cartunistas do jornal Charlie Hebdo completou duas semanas. Entendo que uma tragédia como essa mexa com todos mas, nesses últimos 15 dias, vi muita gente lucr… se manifestando como forma de homenagear as vítimas.

O próprio jornal Charlie Hebdo, por exemplo, publicou uma edição especial com uma tiragem que totaliza, até o momento, cinco milhões de cópias. Além da tiragem 83 vezes maior do que a normal, a edição especial será publicada em 25 países, inclusive o Brasil, onde deverá chegar na próxima semana.

Agora, pense comigo:

  • a edição especial tem as mesmas 16 páginas da edição normal, portanto, é razoável supor que tenha aproximadamente o mesmo custo unitário;
  • o preço de venda também é o mesmo de uma edição normal (3€ em Paris; 3,30€ na Bélgica; 4€ na Alemanha, 3,50€ na Espanha e em Portugal, por exemplo); e
  • nos outros países o preço certamente será maior, pois a rede de distribuição não é costumeira e os custos não estão otimizados (p. ex., no Brasil o preço será R$29,90).

Não podemos ignorar que, para garantir sua subsistência após a tragédia, e auxiliar com a impressão da edição especial, o jornal ainda contou com:

Agora faça as contas: uma homenagem impressionante!

É claro que também houve aqueles que se manifestaram sem nenhum ganho econômico aparente. Sem segundas intenções, apenas por desejarem defender a liberdade de expressão (ou para “seguir a onda”).

charliehebdo_parismarch.jpg

Líderes mundiais na marcha pela liberdade de expressão em Paris.

Entretanto, mesmo entre eles, houve casos curiosos, como as personalidades públicas que fizeram questão de aparecer como apoiadores da liberdade de expressão. Entre elas, há alguns políticos que parecem não gostar tanto da liberdade de expressão quanto fazem parecer.

Ah, deixe pra lá! Estou imaginando coisas, com certeza foi apenas “mera coincidência”…

edgarvasques_charlie.jpg
Fonte: Edgar Vasques Blogaleria.

Será?!

4 comentários sobre “São defensores da liberdade de expressão…

  1. O triste episódio recente na França serviu não só para que os oportunistas de plantão se apresentassem, serviu também para acirrar a ‘guerra religiosa’ que se espalha pelo mundo, desde que o mundo é mundo. Religião ? O raciocínio é simples: se todos pensam que estão todos certos e que os demais estão errados, é porque ninguém está certo.
    abs,
    José Rosa.

Deixe um comentário: