Os sem-iPod

obelix_ils_sont_fous.jpg

Li uma crônica interessante de Ricardo Freire na revista Época (“Sou o único sem iPod”). Trata da velocidade da tecnologia hoje, de alguns nostálgicos como ele (e eu) e da “febre” gerada pelo iPod, bem resumida no trecho abaixo:

Já tem iPod que armazena e passa vídeos. E a coisa não deve parar por aí. Daqui a pouco tudo o que se imaginou que seria feito por um aparelho só – primeiro, pelo computador; depois, pelo celular – vai ser feito pelo iPod. Porque Steve Jobs descobriu que ouvir música é a necessidade biológica número 1 do ser humano deste milênio. Todas as outras derivam dela.

Procurei a crônica na internet e só encontrei no site Viaje na viagem.

Deixe um comentário: