Nova ameaça em pendrives no Windows

cracker.jpg

Há alguns meses, fiquei feliz em descobrir o Panda USB Vaccine, uma ferramenta contra vírus em pendrives.

Na época, a maior ameaça era o sistema de reprodução automática do Windows, usado pelos vírus para se instalar no computador sem o conhecimento do usuário. O utilitário da Panda, substituía o arquivo autorun.inf por uma versão inócua e impedia que sofresse alterações futuras. Dessa forma, o pendrive ficava imune a contaminações futuras. Para terminar, desabilitava a execução automática no equipamento.

O Panda USB Vaccine ainda existe, e funciona muito bem, obrigado. Mas já não deixa os usuários Windows tão tranquilos quanto antigamente, porque recentemente foi descoberta uma via de contaminação por meio de pendrives sem usar a reprodução automática.

Segundo os especialistas, uma vulnerabilidade no Windows, permite que este, ao exibir os ícones dos arquivos presentes num pendrive, execute instruções maliciosas contidas em um atalho (um arquivo com extensão .lnk) preparado com esse fim. O malware capaz de explorar essa falha, até o momento, instala os arquivos mrxnet.sys e mrxcls.sys e tenta ocultar sua presença tanto do usuário quanto das ferramentas de segurança instaladas. Ainda não há certeza quanto ao objetivo dessa infecção, mas não deve ser bem-intencionada.

A Microsoft reconheceu que todas as versões do Windows são afetadas pelo problema no Recomendação de Segurança nº 2286198, mas ainda não definiu data para sua solução. Provavelmente será corrigido no próximo ciclo de atualizações, dia 10 de agosto. Mas, até lá, recomenda duas “soluções de contorno“, ambas com efeitos colaterais:

  • desabilitar a exibição de ícones para atalhos, fazendo com que todos os atalhos “percam” seus ícones; ou
  • desabilitar o serviço WebClient, impactando nos serviços de rede, especialmente aqueles voltados para a internet.

Então, atenção redobrada com pendrives pelos próximos 22 dias e torçamos que, na próxima Terça-feira de Atualizações, o problema seja resolvido.

Para mais detalhes, sugiro a leitura dos seguintes artigos:

2 comentários sobre “Nova ameaça em pendrives no Windows

Deixe um comentário: