Minha solução para o nofollow

wordpress.png

Há algum tempo, houve uma certa discussão sobre a tag rel="nofollow", adotada, por padrão, pelo WordPress nos links existentes nos comentários. Essa tag informa a ferramentas de busca, como o Google, que o link não deve ser indexado. A idéia era diminuir o valor dos links para os spammers, desencorajando assim, seu trabalho.

Essa tag sempre foi controversa, tendo tantos defensores quanto detratores, mas a discussão, com o tempo esfriou um pouco. Há pouco tempo, a adoção deste recurso pela Wikipédia, reavivou a discussão. Recentemente, vi no blog de Lucas Castro, um artigo tratando sobre o nofollow e a responsabilidade por não usá-lo. Neste artigo, ele sugere, para os interessados em não usar o nofollow, dois plugins. Um deles remove o nofollow completamente. O outro, apenas dos trackbacks e pingbacks.

Eu adotei uma solução intermediária: removo o nofollow dos comentários dos usuários registrados e da URL dos autores de cada comentário. Assim, faço com que os links dos meus comentários continuem valendo e retribuindo a visita dos comentaristas, dando valor à URL dos seus sites.

Como Newton Wagner, eu não criei o plugin, apenas alterei o que encontrei no Simple Thoughts. Eis o código que uso (as alterações começam na linha 21):

Atualização: Código movido para Minha solução para o nofollow – parte 2.

2 comentários sobre “Minha solução para o nofollow

  1. Opa cara, desculpa a demora para comentar… Carnaval e atividades não supervisionadas. Pois bem, agora estou de volta com mais de 300 e-mails pra ler, e milhares de feeds. Já já marco tudo como lido e pronto haha. Assim que eu tiver um tempinho dou uma olhada no plugin.
    p.s.: não esqueci do theme, também tá faltando tempo e eu não queria enviar o código bagunçado!! abraço!

    • Lucas, obrigado pela atenção. Também estou curto de tempo. Fique tranqüilo.

      Estou com o tempo tão curto, que abortei a idéia de um "novo" tema. Apenas dei uma reformada no tema antigo, diminuindo seu tamanho e melhorando (acho) a navegação.

Deixe um comentário: