Meninos, eu vi!

vale_a_pena_ver_de_novo.jpg

Há quase quatro anos atrás, publiquei o artigo OSM de banheiro, sobre o uso de pequenas figuras para desafiar “mira masculina” no intuito de reduzir respingos em mictórios. Infelizmente, as referências que fiz à época não estão mais disponíveis (o primeiro site agora tem acesso restrito e o segundo removeu a página original).

Sem problemas! Com uma rápida pesquisa é possível descobrir que a idéia foi proposta por um holandês há cerca de 20 anos e foi tão bem sucedida que foi mencionada em trabalhos científicos! Segue a reprodução de um trecho de um artigo:

Os sanitários masculinos não eram tão limpos no Aeroporto Schiphol, na Holanda. Muitos homens não miravam bem e erravam o alvo… O problema foi resolvido desenhando uma pequena mosca nas paredes dos mictórios para atrair a atenção dos homens que os utilizavam. Observou-se que quando um homem concentra-se num determinado local, ele naturalmente mira naquela direção.

TAKAHARA, T. How function is realized in problem solving. The TRIZ Journal, [S.l.], p. 8, nov. 2003. Disponível em: <http://www.triz-journal.com/archives/2003/11/b/02.pdf>. Acesso em: 2 jun. 2010.

Como sempre, há controvérsias, com alguns estudiosos afirmando que figuras semelhantes (uma abelha) apareciam em vasos sanitários no século XIX, mas não se sabe a razão para seu uso.

De qualquer forma, esse expediente vem sendo usado em banheiros no mundo inteiro e está se tornando folclórico. Por isso, achei muito engraçado quando pude comprová-lo pessoalmente há alguns dias:

mosca_mictorio_viena.jpg mosca_mictorio_munique.jpg mosca_mictorio_budapeste.jpg
mosca_mictorio_amsterdam_aeroporto.jpg mosca_mictorio_museu.jpg mosca_mictorio_amsterdam_hotel

Achei curiosos os desenhos usados em Budapeste e em Amsterdã. Ao invés da mosca, usaram… uma aranha e uma bandeirinha de golfe?

Atualização (maio/2013): Acrescentada a reprodução do artigo original para prevenir indisponibilidades futuras como ocorreu com o artigo OSM de banheiro.

Atualização (jun/2015): Acrescentadas as fotos do Aeroporto Schiphol, do Eye Film Institute e de um hotel em Amsterdã.

Um comentário sobre “Meninos, eu vi!

Deixe um comentário: