Mais cuidado com o “seu” orkut…

orkut_risks.jpgA internet é ótima para encontrarmos um livro, um filme, o nome de uma personagem de desenho animado antigo, uma pousada para descansar um pouco e até mesmo aquele velho colega de colégio de quem lembramos pouco mais que o nome. É uma ferramenta fantástica!

Só que essa ferramenta não julga valores ou intenções: se um dado está lá, mais cedo ou mais tarde será encontrado. E as pessoas parecem não notar isso, expondo-se cada vez mais.

O Webby Awards publicou uma lista com os dez maiores momentos da internet na década, ressaltando seu papel como catalisador da mudança não apenas em todos os aspectos da nossa vida cotidiana, mas em tudo, do comércio e as comunicações à política e a cultura. David Michel, diretor-executivo do Webby Awards, frisou ainda a capacidade da internet de deixar para trás sistemas antigos e colocar mais poderes nas mãos das pessoas comuns.

Acho que o problema é essa história de colocar mais poderes nas mãos das pessoas comuns… Não sei dizer se as pessoas têm excesso de boa fé ou se não têm nenhuma noção de privacidade… Talvez pensem que a internet, por não ser palpável, é “de mentirinha”…

O fato é que as pessoas se expõem demais na rede. A matéria “A Tecnologia do Crime”, da revista Info de julho de 2009, por exemplo, um delegado de São Paulo afirma:

A popularização da internet e da tecnologia também beneficia os criminosos, que estão fazendo uso intenso dessas ferramentas. É a era do ladrão 2.0.
[…]
Muitas vezes o criminoso conhece bem sua vítima, vai executar o golpe sabendo informações que encontrou facilmente na internet. É a velha engenharia social.”

Uma das conclusões inevitáveis é que o ser
humano é o ponto mais fraco de qualquer sistema de segurança. Mas ao tentar advertir os conhecidos, encontro normalmente dois comportamentos extremos:

  • a pessoa abomina as facilidades da internet e decide pagar tudo diretamente no caixa; ou
  • a pessoa olha para mim como se eu estivesse neurótico ou não soubesse do que estou falando.

Usar a internet para transações comerciais está longe de ser cem por cento seguro mas, tomando cuidado e prestando atenção, talvez seja uma boa alternativa nesses tempos de seqüestros-relâmpago e saidinhas bancárias. Uma das coisas mais importantes é manter-se informado. Há muito material bom na própria internet, como por exemplo:

Cada um de nós é o principal responsável por sua segurança. Devemos ter bom senso e atenção o tempo todo. Porque, assim como há os velhos golpes do “mundo real” e os novos golpes do “mundo virtual”, não podemos nos esquecer que ainda há o “pior dos dois mundos”…

galasso_idtheft.png
Original por Frank Galasso

Deixe um comentário: