Layout de fábricas

production_line.jpg

Complementando o material sobre Arranjo Físico (layout), seguem algumas observações sobre o layout de fábricas, disponíveis no capítulo 13 do livro Organização e Métodos: uma visão holística, de Antonio Cury.

Após ler as observações, as equipes de OSM devem resolver um exercício de estudo de layout usando o método dos elos:

Exercício de arranjo físico (layout) - Método dos elos (49 kB)

O estudo de arranjo físico em fábricas dá grande destaque ao processo produtivo, pois a localização dos equipamentos e materiais envolvidos, normalmente de maiores dimensões e peso, têm grande influência em sua eficiência. Também devem ser considerados o armazenamento de produtos acabados e pré-acabados, possíveis alterações futuras em virtude de ampliações e a existência de operações que ponham em risco a integridade das pessoas e materiais envolvidos.

Em fábricas, são adotados normalmente dois tipos de layout: o layout pelo processo e o layout pelo produto.

layout_processo.pngNo layout pelo processo, também conhecido como layout funcional, as máquinas são agrupadas de acordo com a operação executada. O material envolvido é levado a cada equipamento no início da operação e, ao término desta, o resultado é encaminhado ao equipamento seguinte. Esse tipo de layout implica em maior custo no controle e armazenamento de materiais. Para facilitar esse controle pode ser necessário aguardar o término de uma operação para levar todo material à etapa seguinte, o que muitas vezes aumenta o tempo de produção. Porém, permite uma maior flexibilidade para flutuação e variações na demanda, sendo característico de organizações com produção intermitente ou que atendem a encomendas, com produções variadas a intervalos regulares.

layout_produto.pngO layout por produto, por outro lado, pressupõe um processo contínuo, com os equipamentos dispostos em uma linha de produção segundo a seqüência de operações, com os materiais partindo de uma extremidade e seguindo lentamente para cada equipamento até o produto acabado, na outra extremidade da linha. Esse tipo de layout reduz o tempo de produção, minimiza o manuseio de materiais e facilita o controle de material. Entretanto, mostra-se menos flexível para atender a grandes mudanças no desenho do produto ou nas necessidades de produção.

O método dos elos é uma técnica de estudo de layout baseada na identificação dos pares de postos de trabalho mais demandados, localizando-os normalmente no centro do layout. Por essa técnica é possível minimizar a movimentação dos produtos, documentos e pessoas, tornando mais racional o fluxo de trabalho.

Para maior compreensão, sugiro acompanhar o exemplo apresentado no capítulo 13 do livro de Antonio Cury:

Exemplo de arranjo físico (layout) - Método dos elos (41 kB).

2 comentários sobre “Layout de fábricas

  1. Boa noite
    Sou aluno do 5ºperiodo do curso superior de Tecnólogia em Gestão da Qualidade no Instituto Federal de Minas Gerais IFMG campos de Ouro Preto, estou fazendo um trabalho sobre os aspectos e impactos ambientais no processo de fabricação de notebooks, no entanto gostaria de saber se poderia me ajudar com informações sobre esta linha de produção.

    Muito Obrigado!!!!

Deixe um comentário: