Internautas lêem em forma de “F”?

eyetools_google_search.jpg

Já é conhecimento antigo que os ocidentais dão mais atenção ao lado esquerdo dos documentos (pois lemos da esquerda para a direita).

Mas li, recentemente, que quando navegam na internet, as pessoas tendem a ler seguindo uma seqüência vertical/horizontal que se assemelha à letra “F”…

estudos sobre a forma como as pessoas lêem páginas da internet. E, segundo alguns desses estudos, desenhar as páginas seguindo o formato da letra “F” traz diversas vantagens. Até as barras de navegação são mais notadas se estiverem do lado esquerdo da página!

Eu havia desenhado este site dando mais atenção ao texto que à barra de navegação. Mas, talvez seja por isso que as pessoas não vêem as diversas categorias deste site…

Para aqueles que estudam Organização, Sistemas e Métodos, ou aqueles que trabalham com desenho de formulários, isso é um “prato cheio” para reflexão…

Por isso, vou fazer uma experiência, estou transferindo a barra de navegação da direita para a esquerda, para ver qual a reação.

Deixe sua opinião, ok?

5 comentários sobre “Internautas lêem em forma de “F”?

  1. Aí é *********, eu cheguei aqui justamente por causa de um pingo lá em casa
    Aí eu nem reparei nos textos, já fui direto na barra lateral hehehehe
    Só depois é que fui ver o “conteúdo”
    Mas sinceramente, pouco dou atenção às barras laterais, com exceção se tiver procurando algo específico.
    Mas o fato é deveras interessante, eu desconhecia.
    Abraços
    PS obrigado pelo link, já o retribuí.

  2. Isto é verdade, trata-se de uma técnica (ou ciência) chamada ergonomia que já é muito utilizada para adaptação de postos de trabalho, máquinas e outros artefatos utilizados por humanos (como cabos de ferramentas, bancos, etc) e que procura a melhor forma de adaptação da relação entre esses construtos humanos e o próprio homem com o objetivo de melhorar a eficiência no uso e diminuir os desconfortos e riscos de doenças laborais.

    Em apoio a esta ciência, existe e ergometria que cria padrões de medidas para essa relação, como tamanho de cadeiras, mesas, distância de pedais e botões, etc. Este conceito pode (e deve) ser aplicado aos softwares, justamente na interação entre o homem e a máquina, e isto envolve as cores utilizadas, a seqüência e organização das informações na tela, fundos e imagens que podem ajudar ou atrapalhar a visualização e a compreensão das informações.

    Infelizmente, a maioria dos desenvolvedores de aplicações de TI desconhece esta ciência, por isso encontramos sites onde a navegação é difícil e quase nunca encontramos o que precisamos dele de forma rápida e eficiente. Ainda não encontrei, também, literatura sobre esse assunto, talvez por falta de pesquisa e estudos sobre o fenômeno, que aliás seriam muito úteis para webdesigners e desenvolvedores em geral.

  3. Acho que não funcionou… Apesar de possivelmente continuar lendo em F, o ponto de referência para o início do desenho é, neste caso, o título do texto e não o topo da página

Deixe um comentário: