jlcarneiro.com http://www.jlcarneiro.com Porque agora todo mundo é "pontocom"! Sun, 14 Sep 2014 22:14:10 +0000 pt-BR hourly 1 http://wordpress.org/?v=4.0 Afinal, o que é que nós entendemos? http://www.jlcarneiro.com/afinal-o-que-e-que-nos-entendemos/ http://www.jlcarneiro.com/afinal-o-que-e-que-nos-entendemos/#comments Fri, 14 Feb 2014 03:14:27 +0000 http://www.jlcarneiro.com/?p=1892 Hoje é sexta-feira, dia de relaxar um pouco e aprender! Já tinha ouvido essa música antes, mas não tinha parado para ver a mensagem contida na letra… Sou uma criança, não entendo nada Por Erasmo Carlos Antigamente quando eu me […]Continue lendo ]]>

Hoje é sexta-feira, dia de relaxar um pouco e aprender!

Já tinha ouvido essa música antes, mas não tinha parado para ver a mensagem contida na letra…

Sou uma criança, não entendo nada

Por Erasmo Carlos

Antigamente quando eu me excedia
Ou fazia alguma coisa errada
Naturalmente minha mãe dizia:
“Ele é uma criança, não entende nada”…

Por dentro eu ria
Satisfeito e mudo
Eu era um homem
E entendia tudo…

Hoje só com meus problemas
Rezo muito, mas eu não me iludo
Sempre me dizem quando fico sério:
“Ele é um homem e entende tudo”…

Por dentro com
A alma atarantada
Sou uma criança
Não entendo nada…

É curioso como, à medida que envelhecemos, descobrimos o quão pouco sabíamos antes, não é?

]]>
http://www.jlcarneiro.com/afinal-o-que-e-que-nos-entendemos/feed/ 1
O labirinto da vida… http://www.jlcarneiro.com/o-labirinto-da-vida/ http://www.jlcarneiro.com/o-labirinto-da-vida/#comments Thu, 13 Feb 2014 03:21:26 +0000 http://www.jlcarneiro.com/?p=1894 Hoje vi, no CTRL+PELS, uma tirinha que combina com minha mensagem de ano-novo para 2014. Acho até que poderia usá-la como mensagem de ano-novo para o ano que vem. O problema é que gostei tanto da mensagem que não resisti! […]Continue lendo ]]>

Hoje vi, no CTRL+PELS, uma tirinha que combina com minha mensagem de ano-novo para 2014.

Acho até que poderia usá-la como mensagem de ano-novo para o ano que vem.

O problema é que gostei tanto da mensagem que não resisti! Então publico agora mesmo…

gaturro_e_a_felicidade.jpgFonte: CTRL+PELS.

]]>
http://www.jlcarneiro.com/o-labirinto-da-vida/feed/ 2
Geração Coca-cola com Mentos? http://www.jlcarneiro.com/geracao-coca-cola-com-mentos/ http://www.jlcarneiro.com/geracao-coca-cola-com-mentos/#comments Fri, 10 Jan 2014 03:14:52 +0000 http://www.jlcarneiro.com/?p=1880 Quero propor uma rápida reflexão sobre um texto e uma charge que encontrei na internet. Comecemos pelo texto… Protesto Autor desconhecido* — Filho, descobri no seu armário, uma máscara daquele cara do Anonymous e um taco de beisebol. Você tá […]Continue lendo ]]>

Quero propor uma rápida reflexão sobre um texto e uma charge que encontrei na internet.

Comecemos pelo texto…

Protesto

Autor desconhecido*

— Filho, descobri no seu armário, uma máscara daquele cara do Anonymous e um taco de beisebol. Você tá usando essas coisas?
— Não! Quero dizer, às vezes…
— É que estou precisando. Você me empresta?
— Precisando? Pra quê?
— É que eu li umas coisas que você andou escrevendo no Facebook. É público, não é?
— Pai, eu sei que você não gostou do que eu escrevi lá, mas são as minhas ideias, eu sou anarquista e…
— Não, eu achei legal! Você me convenceu.
— Convenci? De quê?
— Tá tudo errado mesmo! Agora eu sou um anarquista também, que nem você.
— Você o quê!? Pai, que história é essa?
— É que você fez a minha cabeça. Tem que quebrar tudo mesmo! Agora eu sou Old Black Bloc!
— Pai, você não pode. É diretor de uma empresa enorme…
— Não sou mais, não. Larguei o meu emprego. Mandei o meu chefe e todo mundo lá ir tomar…
— Você não pode largar o seu emprego, está lá há 30 anos!
— Posso sim! Aliás tô juntando uma galera pra ir lá quebrar tudo! Abaixo a opressão! Abaixo tudo! É só você me emprestar a máscara e o taco de beisebol. E aí, você vem comigo?
— Não, acho melhor não…
— É melhor você vir porque, agora que eu larguei tudo, a gente vai ter sair deste apartamento.
— Sair daqui!? E a gente vai morar onde?
— Sei lá! Vamos acampar em frente a uma empresa qualquer e exigir o fim do Capitalismo!
— Pai, você não pode fazer isso! Não pode abandonar tudo!
— Tô indo! Fui!
— Peraí, pai! E minha mesada? E onde eu vou morar? E meu computador? Volta aqui! Volta aqui, pai!! Voltaaaaa!!!

* Adaptado do original em Cheng-Pong nº 764.

Agora, para complementar o texto, segue a charge de Tiago Recchia:
black_bloc_brasil.jpgFonte: Gazeta do Povo em 28/10/2013.

E aí, o que achou? Também viu um incômodo fundo de verdade?

]]>
http://www.jlcarneiro.com/geracao-coca-cola-com-mentos/feed/ 1
Como ter um ano mais organizado http://www.jlcarneiro.com/como-ter-um-ano-mais-organizado/ http://www.jlcarneiro.com/como-ter-um-ano-mais-organizado/#comments Thu, 09 Jan 2014 03:23:33 +0000 http://www.jlcarneiro.com/?p=1879 Feliz ano-novo a todos! Que 2014 nos traga muita saúde e paz! Essa é uma boa época para fazer um balanço dos últimos meses e se preparar para os novos desafios que virão. Existem vários textos sobre o assunto na […]Continue lendo ]]>

Feliz ano-novo a todos! Que 2014 nos traga muita saúde e paz!

Essa é uma boa época para fazer um balanço dos últimos meses e se preparar para os novos desafios que virão. Existem vários textos sobre o assunto na internet, por exemplo:

Juntando esses textos, temos algumas dicas que podem nos ajudar no nosso trabalho…

Às vezes a bagunça física acaba afetando nossa cabeça gerando uma bagunça mental. Sabe quando o ambiente está tão bagunçado que a gente não consegue pensar? Se você se sente oprimido pela bagunça, aqui estão alguns passos praticamente indolores para começar a limpeza física (e mental)…

Trabalhe por áreas e classifique por utilidade

Não tente arrumar tudo de uma vez, a bagunça geralmente aumenta durante o processo e o desânimo pode surgir piorando a situação. Comece dividindo a área a arrumar em partes menores e comece por aquelas cuja arrumação causará maior impacto (ver os resultados aparecendo ajuda a espantar a preguiça).

Classifique os itens dessa área em apenas duas categorias: “guardar” ou “descartar”. Pode usar caixas se preferir.

Uma boa regra para saber o que fica ou vai embora, é você lembrar a ultima vez que o item foi usado. Se isso foi há mais de seis meses, e não se trata de item sazonal, é hora de se livrar dele. Não pense em desculpas para ficar com itens que obviamente estão causando desordem. Você tem apenas duas alternativas: guardar ou descartar.

Quando você terminar de colocar todos os itens nas caixas, será mais fácil saber o que ficará (e precisará ser arrumado) e o que será eliminado.

Separe os itens a descartar adequadamente

Cheque a caixa “descartar” e separe o que será doado ou irá definitivamente para o lixo:

  • lâmpadas fluorescentes, pilhas e baterias devem postos em uma caixa para entregar em um posto de coleta (geralmente casas de materiais de construção ou lojas de celulares);
  • papéis, plásticos e vidros que não tiverem resíduos orgânicos (como restos de comida em embalagem de alimentos), devem ser separados para reciclagem;
  • separe o que será doado, de preferência por destinatário; e
  • coloque o lixo restante em embalagens adequadas.

Para não ficar com caixas e sacos “encalhados”, providencie logo um destino adequado: ligue para as instituições virem coletar, coloque-os na mala do carro para não esquecer quando sair ou jogue-os no lixo conforme o caso.

Com relação a documentos, lembre-se que no caso de serviços públicos ou privados, prestados ao consumidor de forma contínua (como fornecimento de água, luz, telefone, TV por assinatura, escolas e cartão de crédito), o prestador do serviço é obrigado a encaminhar aos consumidores uma declaração de quitação de débitos referente ao ano anterior, no mês de maio. Como essa declaração substituirá os demais recibos e comprovantes emitidos ao longo do ano anterior, basta guardar a declaração de quitação e os recibos do ano anterior.

Leia mais sobre os prazos para guardar documentos em Qual o prazo que o consumidor deve guardar contas de água, luz, telefone, etc?.

Organize o que sobrou

A tarefa final é organizar o que sobrou na caixa “guardar” e isso não deve demorar muito também. Os itens devem ser guardados de acordo com a frequência de uso:

  • aqueles usados sazonalmente (como enfeites de Natal, por exemplo) podem ficar em caixas etiquetadas e guardadas em armários;
  • os itens de uso esporádico em gavetas ou prateleiras. Quanto maior a frequência de uso, mais acessíveis devem ficar; e
  • deixe em cima da mesa (e na gaveta de cima) apenas aqueles itens de uso diário ou pelo menos frequente.

Um dos princípios da organização é um lugar para cada coisa e cada coisa em seu lugar. Tente organizar de forma lógica para facilitar a recuperação posterior. Não adiantar guardar algo que não se encontra quando necessário…

Dependendo do tamanho da área, o grau de desorganização e da quantidade de tempo que você gasta nesse ambiente, seja escritório, garagem, quarto, qualquer um desses projetos pode ser feito facilmente usando o mesmo processo.

Não esqueça do computador!

Em um mundo cada dia mais digital, não podemos nos esquecer dos nossos arquivos em computador! Trate seus arquivos e mensagens de e-mail seguindo os mesmos princípios:

  • trabalhar por áreas, como e-mail, disco rígido, discos externos, cartões de memória, pendrives e discos (CD e DVD);
  • classificar por utilidade (guardar ou descartar). Tendemos a guardar arquivos digitais desnecessários porque temos a impressão que eles “não ocupam espaço”; e
  • organizar o que sobrou. Crie pastas no seu e-mail e nas unidades de armazenamento e armazene os discos de forma lógica para facilitar buscas posteriores.

Ah! Se você precisa de algumas dicas para organizar e-mails, sugiro os dois (ótimos) textos a seguir:

]]>
http://www.jlcarneiro.com/como-ter-um-ano-mais-organizado/feed/ 1
É hora de começar de novo… http://www.jlcarneiro.com/e-hora-de-comecar-de-novo/ http://www.jlcarneiro.com/e-hora-de-comecar-de-novo/#comments Mon, 30 Dec 2013 03:02:58 +0000 http://www.jlcarneiro.com/?p=1871 Para começar o ano de 2014, vou postar um vídeo motivacional que fiz com a música Tente Outra Vez, de Raul Seixas, e alguns vídeos engraçados que encontrei na internet. Essa música traz uma mensagem tão importante que deveria ser […]Continue lendo ]]>

Para começar o ano de 2014, vou postar um vídeo motivacional que fiz com a música Tente Outra Vez, de Raul Seixas, e alguns vídeos engraçados que encontrei na internet.

Essa música traz uma mensagem tão importante que deveria ser vista várias vezes ao ano…

Tente Outra Vez

Por Raul Seixas

Veja!
Não diga que a canção está perdida.
Tenha fé em Deus, tenha fé na vida.
Tente outra vez!

Beba!
Pois a água viva ainda está na fonte.
Você tem dois pés para cruzar a ponte.
Nada acabou! (Não, não, não, não!)

Tente!
Levante sua mão sedenta e recomece a andar.
Não pense que a cabeça aguenta se você parar. (Não, não, não, não!)
Há uma voz que canta,
uma voz que dança,
uma voz que gira,
Bailando no ar!

Queira!
Basta ser sincero e desejar profundo.
Você será capaz de sacudir o mundo. (Vai!)
Tente outra vez!

Tente!
E não diga que a vitória está perdida,
se é de batalhas que se vive a vida.
Tente outra vez!

Quando pequenos não desistíamos. Por que fazer isso agora?

]]>
http://www.jlcarneiro.com/e-hora-de-comecar-de-novo/feed/ 1
Cuidado com a sexta-feira negra! http://www.jlcarneiro.com/cuidado-com-sexta-feira-negra/ http://www.jlcarneiro.com/cuidado-com-sexta-feira-negra/#comments Thu, 28 Nov 2013 04:39:14 +0000 http://www.jlcarneiro.com/?p=1865 Nos Estados Unidos e Canadá, a sexta-feira seguinte ao Dia de Ação de Graças é chamada de Black Friday (Sexta-feira Negra) e marca o início do período de compras do Natal. Apesar de oficializado pelo Governo Federal (através das Leis […]Continue lendo ]]>

Nos Estados Unidos e Canadá, a sexta-feira seguinte ao Dia de Ação de Graças é chamada de Black Friday (Sexta-feira Negra) e marca o início do período de compras do Natal.

Apesar de oficializado pelo Governo Federal (através das Leis nº 781/1949 e nº 5.110/1966, e do Decreto nº 57.298/1965), o Dia Nacional de Ação de Graças passa despercebido pela maioria das pessoas aqui no Brasil.

O curioso é que enquanto o aspecto religioso é praticamente esquecido, o aspecto comercial não é: nos últimos anos tem havido um grande esforço para implantar o costume da Sexta-feira Negra aqui no país…

Infelizmente, as últimas edições têm decepcionado bastante, não apenas pelos descontos (bem inferiores aos praticados “lá fora”), como também por queixas de preços inflados e desorganização por parte das empresas participantes.

Já escrevi sobre esse assunto duas vezes no passado (Dicas para a Sexta-feira Negra e Macacos de imitação?), mas não custa lembrar algumas dicas:

  1. acesse o site oficial da promoção;
  2. consulte o Código de Ética do Black Friday, lançado pela Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico para tentar regulamentar a promoção;
  3. consulte as orientações e a lista de sites não recomendados do Procon de São Paulo;
  4. ao encontrar ofertas tentadoras, verifique se o desconto é real ou se o preço foi inflacionado antes da promoção, usando ferramentas de acompanhamento em sites como JáCotei, Buscapé e Baixou; e
  5. lembre-se que na Cyber Monday (a segunda-feira após a Black Friday) costuma haver um saldão de itens de tecnologia.

Não custa lembrar que a Black Night (uma prévia da Black Friday) já teve problemas!

]]>
http://www.jlcarneiro.com/cuidado-com-sexta-feira-negra/feed/ 1
Pensa que macaco é prego? http://www.jlcarneiro.com/pensa-que-macaco-e-prego/ http://www.jlcarneiro.com/pensa-que-macaco-e-prego/#comments Sun, 17 Nov 2013 05:43:00 +0000 http://www.jlcarneiro.com/?p=1862 Acabei de ver um trecho de uma palestra na TEDxPeachtree sobre comportamento animal que preciso compartilhar! Em uma experiência, dois macacos recebiam uma recompensa ao entregar uma pedra à pesquisadora. Inicialmente, um pedaço de pepino era uma recompensa mais do […]Continue lendo ]]>

Acabei de ver um trecho de uma palestra na TEDxPeachtree sobre comportamento animal que preciso compartilhar!

Em uma experiência, dois macacos recebiam uma recompensa ao entregar uma pedra à pesquisadora. Inicialmente, um pedaço de pepino era uma recompensa mais do que satisfatória para eles.

Mas, quando um dos macacos passou a receber uma uva pela mesma tarefa, o outro (que continuava recebendo apenas pedaços de pepino) teve uma reação, no mínimo, curiosa:

Link para o vídeo

Quem nunca se sentiu pior remunerado ao executar a mesma tarefa que um colega? Ninguém gosta, não é? Ao que parece, nem os animais…

E não pense que isso ocorre apenas com macacos! A palestra é muito interessante e mostra várias atitudes “humanas” (como troca de favores, exploração e preguiça), ocorrendo até entre elefantes! Se você quiser, pode vê-la completa a seguir (são apenas 17 minutos):


Link para o vídeo

]]>
http://www.jlcarneiro.com/pensa-que-macaco-e-prego/feed/ 3
Para um sabido… http://www.jlcarneiro.com/os-charutos-incendiados/ http://www.jlcarneiro.com/os-charutos-incendiados/#comments Fri, 08 Nov 2013 03:11:17 +0000 http://www.jlcarneiro.com/?p=1855 Essa semana, conversando sobre profissões, lembrei de uma anedota clássica sobre advogados. Ela traz uma pequena lição de moral, ao estilo de uma anedota sobre engenheiros de software que publiquei aqui no site há algum tempo. Aproveitando que hoje é […]Continue lendo ]]>

Essa semana, conversando sobre profissões, lembrei de uma anedota clássica sobre advogados.

Ela traz uma pequena lição de moral, ao estilo de uma anedota sobre engenheiros de software que publiquei aqui no site há algum tempo.

Aproveitando que hoje é sexta-feira, que tal aprender sorrindo?

Os charutos incendiados

Autor desconhecido*

Conta-se que, uma vez, um advogado de Charlotte, Carolina do Norte (EUA), comprou uma caixa de charutos muito raros e caros, e contratou uma apólice de seguro contra roubo, incêndio e outros riscos.

Algum tempo depois, após fumar todo o seu estoque de charutos, o advogado foi à seguradora em busca de indenização pela perda dos charutos em uma série de pequenos incêndios.

A companhia de seguro se recusou a pagar alegando que o homem havia consumido os charutos do modo normal. Imediatamente, o advogado processou a seguradora.

Ao proferir a sentença, o juiz disse que a seguradora concordara que os charutos eram asseguráveis e os assegurara contra fogo, sem definir, no entanto, o que seria considerado “fogo inaceitável”. Por essa razão, ela estava obrigada a atender a reivindicação e pagar o seguro.

Ao invés de suportar a longa e cara apelação à sentença, a companhia de seguro aceitou a decisão e pagou 15 mil dólares para o advogado pela sua perda dos charutos raros, queimados nos incêndios.

Quando o advogado descontou o cheque, a companhia de seguro mandou prendê-lo por 24 casos de incêndios premeditados. Usando a própria reivindicação de seguro e a jurisprudência do caso anterior, a companhia acusou o advogado de incendiar intencionalmente a sua propriedade coberta por seguro.

Ele foi condenado a 24 meses de prisão e a pagar uma multa de 24 mil dólares.

* Adaptação da versão disponível no Consultor Jurídico.

Essa anedota existe desde a década de 1960 e é tão conhecida que em 2003 foi transformada em música.

Em algumas versões que circulam na internet, dizem que ela é verídica, mas isso não seria possível porque:
o_advogado_que_ri.jpg

  • em apólices de seguros, ações deliberadas por parte dos segurados não desencadeiam indenização; e
  • destruição de propriedade própria não seria crime, desde que sem a intenção de fraude. Como um tribunal já havia decidido que não havia fraude, a queima não poderia ser considerada ato criminoso.

O problema com as piadas de advogado é que os advogados não acham graça… e as outras pessoas não acham que é piada!

Mas, se você for uma exceção, experimente o livro O advogado que ri!

]]>
http://www.jlcarneiro.com/os-charutos-incendiados/feed/ 2
Dia dos professores 2013 http://www.jlcarneiro.com/dia-dos-professores-2013/ http://www.jlcarneiro.com/dia-dos-professores-2013/#comments Sun, 13 Oct 2013 18:31:30 +0000 http://www.jlcarneiro.com/?p=1830 Em uma época em que os professores são cotidianamente desrespeitados, as políticas de educação são tratadas com absoluta indiferença e o desempenho escolar dos jovens cai ano após ano, nada melhor do que homenagear os principais responsáveis pela transmissão do […]Continue lendo ]]>

Em uma época em que os professores são cotidianamente desrespeitados, as políticas de educação são tratadas com absoluta indiferença e o desempenho escolar dos jovens cai ano após ano, nada melhor do que homenagear os principais responsáveis pela transmissão do conhecimento da humanidade.

Ser professor

por Darwin Ianuskiewtz

Ser professor é professar a fé e a certeza de que tudo terá valido a pena se o aluno sentir-se feliz pelo que aprendeu com você e pelo que ele lhe ensinou…

Ser professor é consumir horas e horas pensando em cada detalhe daquela aula que, mesmo ocorrendo todos os dias, a cada dia é única e original…

Ser professor é encontrar pelo corredor com cada aluno, olhar para ele sorrindo, e se possível, chamando-o pelo nome para que ele se sinta especial…

Ser professor é entrar cansado numa sala de aula e, diante da reação da turma, transformar o cansaço numa aventura maravilhosa de ensinar e aprender…

Ser professor é envolver-se com seus alunos nos mínimos detalhes, vislumbrando quem está mais alegre ou mais triste, quem cortou os cabelos, quem passou a usar óculos, quem está preocupado ou tranquilo demais, dando-lhe a atenção necessária…

Ser professor é importar-se com o outro numa dimensão de quem cultiva uma planta muito rara que necessita de atenção, amor e cuidado.

Ser professor é equilibrar-se entre três turnos de trabalho e tentar manter o humor e a competência para que o último turno não fique prejudicado…

Ser professor é ser um “administrador da curiosidade” de seus alunos, é ser parceiro, é ser um igual na hora de ser igual, e ser um líder na hora de ser líder, é saber achar graça das menores coisas e entender que ensinar e aprender são movimentos de uma mesma canção: a canção da vida…

Ser professor é acompanhar as lutas do seu tempo pelo salário mais digno, por melhores condições de trabalho, por melhores ambientes fisicos, sem misturar e confundir jamais essas lutas com o respeito e com o fazer junto ao
aluno. Perder a excelência e o orgulho, jamais!

Ser professor é saber estar disponível aos colegas e ter um espírito de cooperação e de equipe na troca enriquecedora de saberes e sentimentos, sem perder a própria identidade.

Ser professor é ser um escolhido que vai fazer “levedar a massa” para que esta cresça e se avolume em direção a um mundo mais fraterno e mais justo.

Ser professor é ser companheiro do aluno, “comer do mesmo pão”, onde o que vale é saciar a fome de ambos, numa dimensão de partilha..

Ser professor é ter a capacidade de “sair de cena, sem sair do espetáculo”. Ser professor é apontar caminhos, mas deixar que o aluno caminhe com seus próprios pés…

O que mais me impressionou foi como o último parágrafo desse texto lembra um trecho do texto de Artur da Távola sobre saber ser pai:

Ser pai é saber ir-se apagando à medida em que mais nítido se faz na personalidade do filho, sempre como influência, jamais como imposição. É saber ser herói na infância, exemplo na juventude e amizade na idade adulta do filho.

Talvez essa seja a parte mais difícil de ser professor (ou pai)…

]]>
http://www.jlcarneiro.com/dia-dos-professores-2013/feed/ 1
Mais uma vez de casa nova! http://www.jlcarneiro.com/mais-uma-vez-de-casa-nova/ http://www.jlcarneiro.com/mais-uma-vez-de-casa-nova/#comments Fri, 09 Aug 2013 05:49:53 +0000 http://www.jlcarneiro.com/?p=1823 Em 2007, eu comecei a usar os serviços da Bluehost, uma das empresas de hospedagem mais recomendadas para blogs WordPress. Desde aquela época, estive satisfeito com a qualidade do serviço e do suporte. Por isso eu fiquei preocupado quando, há […]Continue lendo ]]>

Em 2007, eu comecei a usar os serviços da Bluehost, uma das empresas de hospedagem mais recomendadas para blogs WordPress.

Desde aquela época, estive satisfeito com a qualidade do serviço e do suporte. Por isso eu fiquei preocupado quando, há uns dois meses atrás, comecei a achar meu site meio lento.

Parece que a empresa realmente entrou em uma má fase, porque bastaram algumas pesquisas para confirmar minhas suspeitas – o tempo de resposta e a disponibilidade do site estavam bem ruins:

Como havia lido recentemente sobre hospedagem gratuita, tive a péssima ideia de mudar de provedor. Criei uma conta na Hostinger, configurei o site e fiz vários testes.

Tudo parecia funcionar bem, mas, pouco depois de colocar o site em funcionamento real, eu tive a conta suspensa por excesso de uso de CPU. Imediatamente recorri ao suporte, mas o atendimento foi péssimo: as respostas levaram pelo menos 24 horas para chegar.

Como eu não queria ficar com o site fora do ar, tratei de retornar aos provedores pagos e contratei o serviço da InMotion Hosting, uma empresa pequena mas muito bem avaliada por desenvolvedores. De fato, o desempenho do site aumentou consideravelmente:

Porém, depois de mais ou menos dez dias, a InMotion também começou a suspender minha conta por excesso de uso de CPU. Pelo menos o suporte era tão ágil quanto o da Bluehost e me auxiliava na identificação do problema. Substituí vários plugins e otimizei vários trechos de código mas o problema sempre retornava e, na terceira suspensão, o provedor exigiu que eu migrasse para um plano VPS (Virtual Private Server) antes de desbloquear a conta.

Como meu orçamento não comporta um plano dessa natureza (30 dólares por mês), solicitei um backup dos meus dados para fazer nova migração e comecei a pesquisar por um novo provedor. Foi nesse momento que me decepcionei com a InMotion. Levei quase 72 horas para ter acesso aos meus dados! Como resultado, o site ficou fora do ar por quase quatro dias seguidos e, mesmo depois de resolvido o problema, o número de acessos por dia diminuiu mais de 25%:

inmotion_impact_2013.png

Fonte: Estatísticas do WordPress.

Hoje uso os serviços da Hawk Host, outra pequena empresa com boas recomendações nos fóruns de desenvolvimento web. Alguns pontos que vale ressaltar:

  • apesar de não oferecerem suporte via chat (apenas por e-mail), o atendimento é rápido – as respostas levam apenas alguns minutos;
  • quando um cliente exige muita CPU, apenas o site dele é afetado, não prejudicando os demais e evitando suspensões de conta desnecessárias;
  • o espaço em disco e transferência mensal são limitados, mas o desempenho é tão bom quanto os melhores que já usei;
  • são realizados backups automáticos dos últimos sete dias;
  • você pode escolher entre seis datacenters diferentes para hospedar o seu site; e
  • a empresa é bem transparente, há inclusive uma página com a situação atual de cada servidor.

Até o momento, estou muito satisfeito com a qualidade do serviço. Como diz o ditado: tamanho não é documento!

Como tudo na vida, esse sufoco também teve suas vantagens. Depois do esforço para diminuir o uso da CPU, o site está muito mais otimizado, segundo o GTmetrix:

gtmetrix_2013_08.png

Fonte: GTmetrix.

No fim, terminei aprendendo aprendi duas lições importantes:

  • durante migrações, mesmo que os testes corram bem, faça um backup completo antes de colocar o site em funcionamento – se precisar migrar rapidamente para outro provedor, você não vai querer depender da agilidade do suporte; e
  • provedores gratuitos devem ser usados apenas para testes – se seu site tiver mais de 50 visitas por dia, evite-os a qualquer custo!

Antes que me entendam mal, exceto pela Hostinger (que considero fraca), considero as outras empresas bastante profissionais – inclusive ambas devolveram os valores pagos e não usados rapidamente e sem reclamação. Os problemas técnicos que tive com a primeira podem ser passageiros e o problema de suporte que tive com a segunda pode ter sido um caso isolado.

A Bluehost merece a fama de bom provedor de hospedagem para blogs WordPress – é amigável, oferece suporte em tempo real e o desempenho só incomodará àqueles mais perfeccionistas como eu. Eu a indicaria para aqueles que não querem esquentar a cabeça, bem no estilo configure uma vez e esqueça.

Por sua vez, a InMotion, apesar de ser um pouco mais cara, tem um desempenho e um suporte invejáveis. Eu a recomendaria para pessoas com mais experiência e que querem o máximo de desempenho em seu site.

Já a Hawk Host tem um perfil mais equilibrado que as outras duas: tem um suporte ágil e um desempenho muito bom, mas sem a necessidade de monitoração constante com relação à utilização de recursos. Eu a recomendaria para aqueles que gostam de um bom serviço por um preço justo, mas não dispõem de muito tempo para ajustes de desempenho.

Para ajudar àqueles que pretendem colocar um site no ar, eis uma breve comparação entre os diversos provedores de hospedagem que já usei, retirada da seção Perguntas mais frequentes:

Provedor Período Classif. Observações
br.png Geocities 1993–2002 0/5 Gratuito, mas muito limitado e com anúncios obrigatórios
br.png hpG 2002–2004 0/5 Gratuito, mas muito limitado e com anúncios obrigatórios
br.png Aidi 2004–2006 2/5 Bom serviço, mas um pouco caro para o que oferece
us.png Total Choice 2006–2007 3/5 Equilibrado, mas com poucos recursos para programação
us.png Bluehost 2007–2013 4/5 Hospedagem ilimitada e bom suporte, desempenho baixo
br.png Hostinger 2013–2013 1/5 Limitação de CPU e suporte lento – indicado apenas para testes
us.png InMotion 2013–2013 4/5 Ótimo desempenho e bom suporte, muito exigente com o uso de CPU
us.png Hawkhost Atual 5/5 Ótimo desempenho, bons limites e bom suporte
]]>
http://www.jlcarneiro.com/mais-uma-vez-de-casa-nova/feed/ 9