jlcarneiro.com http://www.jlcarneiro.com Porque agora todo mundo é "pontocom"! Fri, 17 Apr 2015 03:42:00 +0000 pt-BR hourly 1 http://wordpress.org/?v=4.1.1 Pedagogia televisiva http://www.jlcarneiro.com/pedagogia-televisiva/ http://www.jlcarneiro.com/pedagogia-televisiva/#comments Fri, 17 Apr 2015 03:17:35 +0000 http://www.jlcarneiro.com/?p=2171 Sei que essa história da televisão influenciar na educação infantil é muito "anos 80", mas encontrei esse cartum de Quino no ZÉducando e não resisti... Continuar lendo


Pedagogia televisiva apareceu primeiro em jlcarneiro.com.

]]>
Sei que essa história da televisão influenciar na educação infantil é muito “anos 80″, mas encontrei esse cartum de Quino no ZÉducando e não resisti:

quino_TV.jpg
Fonte: ZÉducando.

Ah! Se preferir, essa técnica também funciona com tablets ou smartphones


Pedagogia televisiva apareceu primeiro em jlcarneiro.com.

]]>
http://www.jlcarneiro.com/pedagogia-televisiva/feed/ 1
A televisão de Galeano http://www.jlcarneiro.com/a-televisao-de-galeano/ http://www.jlcarneiro.com/a-televisao-de-galeano/#comments Tue, 14 Apr 2015 03:16:54 +0000 http://www.jlcarneiro.com/?p=2168 galeano_livro_dos_abracos.jpgOntem faleceu mais um dos grandes nomes da América Latina, Eduardo Hughes Galeano, jornalista e escritor uruguaio. Em sua memória, algumas de suas reflexões sobre a televisão, retiradas de sua obra "O Livro dos Abraços"... Continuar lendo


A televisão de Galeano apareceu primeiro em jlcarneiro.com.

]]>

Ontem faleceu mais um dos grandes nomes da América Latina, Eduardo Hughes Galeano, jornalista e escritor uruguaio.

Em sua memória, seguem algumas de suas reflexões sobre a televisão, retiradas de sua obra “O Livro dos Abraços”:

A televisão mostra o que acontece?

Em nossos países, a televisão mostra o que ela quer que aconteça: e nada acontece se a televisão não mostrar.

A televisão, essa última luz que te salva da solidão e da noite, é a realidade. Porque a vida é um espetáculo: para os que se comportam bem, o sistema promete uma boa poltrona.
(Eduardo Galeano – O Livro dos Abraços, Editora L&PM) 

A tevê dispara imagens que reproduzem o sistema e as vozes que lhe fazem eco; e não há canto do mundo que ela não alcance. O planeta inteiro é um vasto subúrbio de Dallas. Nós comemos emoções importadas como se fossem salsichas em lata, enquanto os jovens filhos da televisão, treinados para contemplar a vida em vez de fazê-la, sacodem os ombros.

Na América Latina, a liberdade de expressão consiste no direito ao resmungo em algum rádio ou em jornais de escassa circulação. Os livros não precisam ser proibidos pela polícia: os preços já os proíbem.
(Eduardo Galeano – O Livro dos Abraços, Editora L&PM) 

Para os interessados no livro, seguem alguns links para sua aquisição:


A televisão de Galeano apareceu primeiro em jlcarneiro.com.

]]>
http://www.jlcarneiro.com/a-televisao-de-galeano/feed/ 1
Só depende de nós! http://www.jlcarneiro.com/so-depende-de-nos/ http://www.jlcarneiro.com/so-depende-de-nos/#comments Mon, 13 Apr 2015 03:12:55 +0000 http://www.jlcarneiro.com/?p=2160 urna_bandeira.jpgOntem, tivemos mais um conjunto de manifestações contra a corrupção por todo o país. Fiquei feliz em ver que é a segunda manifestação desse porte que ocorre sem notícias de violência nem de vandalismo. Também acho que a corrupção é […]Continue lendo


Só depende de nós! apareceu primeiro em jlcarneiro.com.

]]>

Ontem, tivemos mais um conjunto de manifestações contra a corrupção por todo o país. Fiquei feliz em ver que é a segunda manifestação desse porte que ocorre sem notícias de violência nem de vandalismo.

Também acho que a corrupção é um dos maiores, senão o maior mal que aflige nosso país (o outro, na minha opinião, seria a falta de educação, acadêmica e doméstica). Porém, acho que, além de nos manifestarmos, precisamos melhorar a qualidade do nosso voto e, principalmente, combater a corrupção no dia a dia.

Já abordei esse assunto aqui algumas vezes no passado:

Por isso, gostaria de relembrar algumas campanhas que vi nesse sentido nos últimos anos, como a campanha Pequenas Corrupções – Diga não!, lançada pela Controladoria Geral da União, em 2014:
cgu_pequenas_corrupcoes_1.jpg

Publicada na página da CGU no Facebook, a campanha recebeu até contribuições dos internautas (prova de que nós sabemos o que é correto):
cgu_pequenas_corrupcoes_2.jpg

Também houve a campanha que o Conselho Nacional de Justiça lançou para o Dia Internacional de Combate à Corrupção, em 2013:
cnj_corrupcao.jpg

E, para terminar, a campanha lançada pelo site JusBrasil. Curta e grossa direta ao ponto:
jusbrasil_corrupcao.jpg

A má notícia é que acabar com a corrupção dará trabalho e levará muito tempo. A boa notícia é que, como diz uma música de Ivan Lins, no fim das contas, só depende de nós!

Precisamos apenas:

  • continuar nos manifestando sem violência;
  • pensar direito antes de votar (e depois acompanhar o trabalho do político eleito); e
  • respeitar o direito do outro (ser honestos) no dia a dia!

Como eu disse, demora e dá trabalho, mas não é tão difícil assim. Vamos lá, coragem!


Só depende de nós! apareceu primeiro em jlcarneiro.com.

]]>
http://www.jlcarneiro.com/so-depende-de-nos/feed/ 2
Só uma pedrinha… http://www.jlcarneiro.com/so-uma-pedrinha/ http://www.jlcarneiro.com/so-uma-pedrinha/#comments Fri, 13 Mar 2015 03:05:16 +0000 http://www.jlcarneiro.com/?p=2141 Uma dia, um professor me disse que podemos aprender algo todos os dias se prestarmos atenção. Essa semana eu estava em uma sala de espera e, para passar o tempo, comecei a ler algumas revistas em quadrinhos. Eu estava me […]Continue lendo


Só uma pedrinha… apareceu primeiro em jlcarneiro.com.

]]>
Uma dia, um professor me disse que podemos aprender algo todos os dias se prestarmos atenção.

Essa semana eu estava em uma sala de espera e, para passar o tempo, comecei a ler algumas revistas em quadrinhos. Eu estava me divertindo com a Turma da Mônica, quando encontrei, em uma revista do Chico Bento, a historinha a seguir:

so_uma_pedrinha_1.jpgso_uma_pedrinha_2.jpgso_uma_pedrinha_3.jpgso_uma_pedrinha_4.jpg
Fonte: Turma da Mônica.

Acho que meu professor tinha razão…


Só uma pedrinha… apareceu primeiro em jlcarneiro.com.

]]>
http://www.jlcarneiro.com/so-uma-pedrinha/feed/ 3
O último ensinamento http://www.jlcarneiro.com/o-ultimo-ensinamento/ http://www.jlcarneiro.com/o-ultimo-ensinamento/#comments Mon, 23 Feb 2015 04:08:40 +0000 http://www.jlcarneiro.com/?p=2134 pai_e_filho.jpgNossos pais são uma das maiores dádivas que temos na vida. Não falo de eles terem nos trazido a este mundo (fato importantíssimo, mas infelizmente há aqueles que se limitam a isso), refiro-me a terem nos protegido, a terem nos […]Continue lendo


O último ensinamento apareceu primeiro em jlcarneiro.com.

]]>

Nossos pais são uma das maiores dádivas que temos na vida.

Não falo de eles terem nos trazido a este mundo (fato importantíssimo, mas infelizmente há aqueles que se limitam a isso), refiro-me a terem nos protegido, a terem nos servido de exemplo, a terem tido a paciência para nos ensinar a ser “gente de bem”. E o fizeram sem querer nada em troca, exceto o nosso bem-estar!

Há alguns anos, publiquei um texto de Artur da Távola em que ele conclui:

Ser pai é, enfim, colher a vitória exatamente quando percebe que o filho a quem ajudou a crescer já, dele, não necessita para viver. É quem se oculta na obra que realizou e sorri, sereno, por tudo haver feito para deixar de ser importante.

É uma linda conclusão, mas um primo me enviou hoje um outro texto que a contradiz, provando que o trabalho dos pais nunca termina: eles estão sempre nos ensinando.

Nem que seja a última coisa que façam…

Todo filho é pai da morte de seu pai

Por Fabrício Carpinejar*

fabricio_carpinejar.jpgHá uma quebra na história familiar onde as idades se acumulam e se sobrepõem e a ordem natural não tem sentido: é quando o filho se torna pai de seu pai.

É quando o pai envelhece e começa a trotear como se estivesse dentro de uma névoa. Lento, devagar, impreciso.

É quando aquele pai que segurava com força nossa mão já não tem como se levantar sozinho. É quando aquele pai, outrora firme e instransponível, enfraquece de vez e demora o dobro da respiração para sair de seu lugar.

É quando aquele pai, que antigamente mandava e ordenava, hoje só suspira, só geme, só procura onde é a porta e onde é a janela – tudo é corredor, tudo é longe.

É quando aquele pai, antes disposto e trabalhador, fracassa ao tirar sua própria roupa e não lembrará de seus remédios.

E nós, como filhos, não faremos outra coisa senão trocar de papel e aceitar que somos responsáveis por aquela vida. Aquela vida que nos gerou depende de nossa vida para morrer em paz.

Todo filho é pai da morte de seu pai.

Ou, quem sabe, a velhice do pai e da mãe seja curiosamente nossa última gravidez. Nosso último ensinamento. Fase para devolver os cuidados que nos foram confiados ao longo de décadas, de retribuir o amor com a amizade da escolta.

E assim como mudamos a casa para atender nossos bebês, tapando tomadas e colocando cercadinhos, vamos alterar a rotina dos móveis para criar os nossos pais.

Uma das primeiras transformações acontece no banheiro.

Seremos pais de nossos pais na hora de pôr uma barra no box do chuveiro.

A barra é emblemática. A barra é simbólica. A barra é inaugurar um cotovelo das águas.

Porque o chuveiro, simples e refrescante, agora é um temporal para os pés idosos de nossos protetores. Não podemos abandoná-los em nenhum momento, inventaremos nossos braços nas paredes.

A casa de quem cuida dos pais tem braços dos filhos pelas paredes. Nossos braços estarão espalhados, sob a forma de corrimões.

Pois envelhecer é andar de mãos dadas com os objetos, envelhecer é subir escada mesmo sem degraus.

Seremos estranhos em nossa residência. Observaremos cada detalhe com pavor e desconhecimento, com dúvida e preocupação. Seremos arquitetos, decoradores, engenheiros frustrados. Como não previmos que os pais adoecem e precisariam da gente?

Nos arrependeremos dos sofás, das estátuas e do acesso caracol, nos arrependeremos de cada obstáculo e tapete.

E feliz do filho que é pai de seu pai antes da morte, e triste do filho que aparece somente no enterro e não se despede um pouco por dia.

Meu amigo José Klein acompanhou o pai até seus derradeiros minutos.

No hospital, a enfermeira fazia a manobra da cama para a maca, buscando repor os lençóis, quando Zé gritou de sua cadeira:

— Deixa que eu ajudo.

Reuniu suas forças e pegou pela primeira vez seu pai no colo.

Colocou o rosto de seu pai contra seu peito.

Ajeitou em seus ombros o pai consumido pelo câncer: pequeno, enrugado, frágil, tremendo.

Ficou segurando um bom tempo, um tempo equivalente à sua infância, um tempo equivalente à sua adolescência, um bom tempo, um tempo interminável.

Embalou o pai de um lado para o outro.

Aninhou o pai.

Acalmou o pai.

E apenas dizia, sussurrado:

— Estou aqui, estou aqui, pai!

O que um pai quer apenas ouvir no fim de sua vida é que seu filho está ali.

* Escritor, jornalista e professor universitário, premiado com o Jabuti, APCA e ABL, entre outros.
Texto publicado originalmente na Revista Donna.

Esse texto seria uma homenagem excepcional para o Dia das Mães deste ano, mas achei-o tão bonito que não resisti…


O último ensinamento apareceu primeiro em jlcarneiro.com.

]]>
http://www.jlcarneiro.com/o-ultimo-ensinamento/feed/ 5
São defensores da liberdade de expressão… http://www.jlcarneiro.com/sao-defensores-da-liberdade-de-expressao/ http://www.jlcarneiro.com/sao-defensores-da-liberdade-de-expressao/#comments Fri, 23 Jan 2015 05:29:16 +0000 http://www.jlcarneiro.com/?p=2125 edgarvasques_charlie.jpgAnteontem, o atentado aos cartunistas do jornal Charlie Hebdo completou duas semanas. Entendo que uma tragédia como essa mexa com todos mas, nesses últimos 15 dias, vi muita gente lucr... se manifestando como forma de homenagear as vítimas... Continuar lendo


São defensores da liberdade de expressão… apareceu primeiro em jlcarneiro.com.

]]>

Anteontem, o atentado aos cartunistas do jornal Charlie Hebdo completou duas semanas. Entendo que uma tragédia como essa mexa com todos mas, nesses últimos 15 dias, vi muita gente lucr… se manifestando como forma de homenagear as vítimas.

O próprio jornal Charlie Hebdo, por exemplo, publicou uma edição especial com uma tiragem que totaliza, até o momento, cinco milhões de cópias. Além da tiragem 83 vezes maior do que a normal, a edição especial será publicada em 25 países, inclusive o Brasil, onde deverá chegar na próxima semana.

Agora, pense comigo:

  • a edição especial tem as mesmas 16 páginas da edição normal, portanto, é razoável supor que tenha aproximadamente o mesmo custo unitário;
  • o preço de venda também é o mesmo de uma edição normal (3€ em Paris; 3,30€ na Bélgica; 4€ na Alemanha, 3,50€ na Espanha e em Portugal, por exemplo); e
  • nos outros países o preço certamente será maior, pois a rede de distribuição não é costumeira e os custos não estão otimizados (p. ex., no Brasil o preço será R$29,90).

Não podemos ignorar que, para garantir sua subsistência após a tragédia, e auxiliar com a impressão da edição especial, o jornal ainda contou com:

Agora faça as contas: uma homenagem impressionante! :$$$:

É claro que também houve aqueles que se manifestaram sem nenhum ganho econômico aparente. Sem segundas intenções, apenas por desejarem defender a liberdade de expressão (ou para “seguir a onda”).

charliehebdo_parismarch.jpg

Líderes mundiais na marcha pela liberdade de expressão em Paris.

Entretanto, mesmo entre eles, houve casos curiosos, como as personalidades públicas que fizeram questão de aparecer como apoiadores da liberdade de expressão. Entre elas, há alguns políticos que parecem não gostar tanto da liberdade de expressão quanto fazem parecer.

Ah, deixe pra lá! Estou imaginando coisas, com certeza foi apenas “mera coincidência”…

edgarvasques_charlie.jpg
Fonte: Edgar Vasques Blogaleria.

Será?!


São defensores da liberdade de expressão… apareceu primeiro em jlcarneiro.com.

]]>
http://www.jlcarneiro.com/sao-defensores-da-liberdade-de-expressao/feed/ 4
A relatividade das manifestações http://www.jlcarneiro.com/relatividade-das-manifestacoes/ http://www.jlcarneiro.com/relatividade-das-manifestacoes/#comments Wed, 21 Jan 2015 03:12:20 +0000 http://www.jlcarneiro.com/?p=2120 Parece que temporada de manifestações está começando novamente! Você já observou como a reação das pessoas às manifestações varia de um lugar para o outro? Fonte: Cinismo Ilustrado. Como diria Einstein: tudo depende do ponto de referência adotado…


A relatividade das manifestações apareceu primeiro em jlcarneiro.com.

]]>
Parece que temporada de manifestações está começando novamente!

Você já observou como a reação das pessoas às manifestações varia de um lugar para o outro?

cinismoilustrado_manifestacoes.png
Fonte: Cinismo Ilustrado.

Como diria Einstein: tudo depende do ponto de referência adotado


A relatividade das manifestações apareceu primeiro em jlcarneiro.com.

]]>
http://www.jlcarneiro.com/relatividade-das-manifestacoes/feed/ 0
A personalidade e a individualidade hoje http://www.jlcarneiro.com/personalidade-e-individualidade-hoje/ http://www.jlcarneiro.com/personalidade-e-individualidade-hoje/#comments Fri, 16 Jan 2015 03:04:40 +0000 http://www.jlcarneiro.com/?p=2115 Uma reflexão para a sexta-feira: você sabe o significado das palavras “personalidade” e “individualidade”? Personalidade (per.so.na.li.da.de) – Substantivo feminino Qualidade de pessoal. Caráter essencial e exclusivo de uma pessoa. Aquilo que a distingue de outra. Fonte: Dicionário Michaelis. Individualidade consciente. […]Continue lendo


A personalidade e a individualidade hoje apareceu primeiro em jlcarneiro.com.

]]>
Uma reflexão para a sexta-feira: você sabe o significado das palavras “personalidade” e “individualidade”?

Personalidade

(per.so.na.li.da.de) – Substantivo feminino

  • Qualidade de pessoal.
  • Caráter essencial e exclusivo de uma pessoa.
  • Aquilo que a distingue de outra.

Fonte: Dicionário Michaelis.

  • Individualidade consciente.
  • Caráter pessoal e original.

Fonte: Dicionário Dicio. 

Individualidade

(in.di.vi.dua.li.da.de) – Substantivo feminino

  • O que constitui o indivíduo.
  • Conjunto das qualidades que caracterizam um indivíduo.

Fonte: Dicionário Michaelis.

  • Característica ou particularidade do que é individual.
  • Qualidade daquilo que está presente com o indivíduo: identidade cultural.
  • Reunião das características que diferencia uma pessoa ou alguma coisa.
  • Conjunto das qualidades que compõe a originalidade, fazendo com que algo ou alguém seja único.

Fonte: Dicionário Dicio. 

caetanocury_tirinhapoema0006.jpgFonte: Téo & O Mini Mundo.

willtirando_individualidade_verde.pngFonte: Will Tirando.

caetanocury_medplan_2011.jpgFonte: Téo & O Mini Mundo.

Que bom que vivemos em um mundo de indivíduos cheios de personalidade, não? :evil:


A personalidade e a individualidade hoje apareceu primeiro em jlcarneiro.com.

]]>
http://www.jlcarneiro.com/personalidade-e-individualidade-hoje/feed/ 2
O que você canta em aniversários? http://www.jlcarneiro.com/o-que-voce-canta-em-aniversarios/ http://www.jlcarneiro.com/o-que-voce-canta-em-aniversarios/#comments Mon, 12 Jan 2015 03:42:06 +0000 http://www.jlcarneiro.com/?p=2108 capa_disco_feliz_aniversario.pngQue música você costuma cantar na hora de apagar as velinhas em um aniversário? Se você deu de ombros e respondeu “Parabéns pra você”, saiba que você canta a música errada desde criança… No final da década de 1930, chegou […]Continue lendo


O que você canta em aniversários? apareceu primeiro em jlcarneiro.com.

]]>

Que música você costuma cantar na hora de apagar as velinhas em um aniversário?

Se você deu de ombros e respondeu “Parabéns pra você”, saiba que você canta a música errada desde criança…

No final da década de 1930, chegou no Brasil a moda de cantar a música “Happy Birthday to You”, recém-surgida nos Estados Unidos. A letra era (e ainda é) bastante simples, basicamente a frase happy birthday to you (parabéns a você) repetida quatro vezes, com uma delas trazendo o nome do aniversariante.

Incomodado com aquela “invasão musical”, o cantor Almirante (Henrique Foréis Domingues), nacionalista fervoroso, promoveu um concurso na Rádio Tupi para escolher uma letra brasileira para a melodia estrangeira.

O júri, composto por Olegário Mariano, Cassiano Ricardo e Múcio Leão (todos membros da Academia Brasileira de Letras), encantou-se com o versinho proposto por uma das 5 mil cartas por dois motivos: era um dos poucos que tinha quatro linhas diferentes, a maioria dos candidatos preferiu repetir a mesma frase quatro vezes, e era (muito) mais criativo que a letra original…

Parabéns a Você

Por Léa Magalhães*
berta_celeste.jpg
Parabéns a você,
nesta data querida,
muita felicidade,
muitos anos de vida!

* Codinome usado por Bertha Celeste Homem de Mello, farmacêutica, poetisa e professora pindamonhangabense.

O versinho vitorioso era obra de Bertha Celeste Homem de Mello, filha única de um casal de fazendeiros, formada em farmácia, 40 anos, casada e mãe de uma filha.

A autora passou o resto da vida insistindo para que as pessoas o cantassem direito. Quem canta – como muita gente faz – Parabéns prá você, nessa data querida, muitas felicidades, muitos anos de vida, está cometendo três erros gravíssimos:

  1. na primeira linha, o certo é “Parabéns a você”;
  2. na segunda, o correto é “nesta”, e não “nessa”; e
  3. na terceira, “muita felicidade” é singular e não plural.

Dona Bertha costumava dizer que felicidade é um estado de espírito; ‘felicidades’, plural, não existe. O que existe é um maior ou menor grau de felicidade.

capa_disco_feliz_aniversario.jpg

Capa do disco que lançou a música “Parabéns a Você”, em 1961.

Fonte: Revista Superinteressante.


O que você canta em aniversários? apareceu primeiro em jlcarneiro.com.

]]>
http://www.jlcarneiro.com/o-que-voce-canta-em-aniversarios/feed/ 4
Desejos para o próximo ano http://www.jlcarneiro.com/desejos-para-o-proximo-ano/ http://www.jlcarneiro.com/desejos-para-o-proximo-ano/#comments Fri, 26 Dec 2014 13:42:08 +0000 http://www.jlcarneiro.com/?p=2106 toast.pngO novo ano se avizinha e, com ele, as costumeiras mensagens de ano-novo. Vi várias mensagens bonitas este ano, mas uma tem se propagado rapidamente nas redes sociais. Só no Whatsapp já a recebi umas quatro vezes em três grupos […]Continue lendo


Desejos para o próximo ano apareceu primeiro em jlcarneiro.com.

]]>

O novo ano se avizinha e, com ele, as costumeiras mensagens de ano-novo. Vi várias mensagens bonitas este ano, mas uma tem se propagado rapidamente nas redes sociais. Só no Whatsapp já a recebi umas quatro vezes em três grupos diferentes (sim, foram repetidas no mesmo grupo).

É uma mensagem muito simples e direta, mas também muito bonita. Acho que o que mais me agradou foi o contraste entre os vários desejos tão comuns a todos nós.

Que o próximo ano…

Por Mauricio Louzada*

mauricio_louzada.jpgQue o próximo ano seja um ano especial, cheio de conquistas, mas que com cada uma delas venha uma nova percepção do que realmente é ser feliz.

Que você consiga uma casa maior, mas que quase todos os cômodos fiquem vazios por sua família estar unida ao redor de uma única mesa.

Que você compre o carro dos seus sonhos, e descubra que ele pode ficar parado na garagem enquanto você caminha de mãos dadas por um parque.

Que você realize o desejo de comprar uma TV enorme, 3D, com home theater, mas que ela permaneça desligada durante o jantar, para que você possa ouvir como foi maravilhoso o dia da sua família.

Que sua conta bancária esteja satisfatoriamente recheada, mas sobretudo, que você tenha em seu bolso um ou dois reais para comprar algodão doce e saboreá-lo sujando os dedos.

Que você tenha um excelente plano de saúde, mas que se esqueça que ele existe por não precisar usá-lo.

Que você jante em badalados restaurantes para descobrir que a maior chef que existe, cozinha todos os dias dentro da sua casa.

Que sua internet trafegue em altíssima velocidade, mas que sua melhor rede seja aquela pendurada entre duas árvores, onde você possa ouvir os pássaros cantarem.

Que você tenha um smartphone de última geração, mas que não precise usá-lo para dizer às pessoas mais importantes da sua vida o quanto elas são especiais.

Que você tenha um tablet, mas que use mais as pontas dos seus dedos para fazer cafunés do que para mandar e-mails.

Que você possa comprar boas roupas, bolsas e relógios, mas que sua verdadeira marca seja a “inspiração” deixada pelos lugares por onde passará.

E que assim, conquistando tudo o que você sempre quis, você descubra que mais importante do que aquilo que você tem, é o que você faz com tudo o que conquistou.

* Mauricio Louzada é escritor e palestrante motivacional.

Então, feliz ano-novo a todos!


Desejos para o próximo ano apareceu primeiro em jlcarneiro.com.

]]>
http://www.jlcarneiro.com/desejos-para-o-proximo-ano/feed/ 1