FAQ

curious.jpg

FAQ é um sigla que corresponde a Frequently Asked Questions, algo como “Perguntas Mais Frequentes”. Basicamente, é o conjunto das respostas às perguntas mais comuns sobre um determinado assunto, com o objetivo de facilitar a vida dos usuários novos, que podem encontrar suas respostas antes mesmo de fazer a pergunta.

Esta página lista as dúvidas mais comuns dos leitores deste site. Se a sua dúvida não estiver aqui, sinta-se à vontade para usar o formulário de contato.

Uso dos materiais disponíveis no site

  • Posso reproduzir o material deste site?
  • O material de minha autoria está sob uma Licença Creative Commons. Portanto, pode ser reproduzido desde que para uso não-comercial e com o devido crédito. Para mais detalhes, por gentileza, leia os termos de uso.
  • O que é a Licença Creative Commons?
  • A Licença Creative Commons simplifica o uso de obras protegidas por direitos autorais. Por meio dela, um autor pode permitir um uso mais amplo de seus materiais em termos mais compreensíveis e sem correr o risco de ter seus direitos autorais violados. Um tutorial muito bom pode ser encontrado na historinha Criativos Comuns, do Nerdson não vai à escola.
  • Ao referenciar algum material, posso apontar diretamente para o arquivo?
  • Apontar diretamente para algum arquivo é uma prática conhecida como hotlink. Um tutorial muito bom pode ser encontrado na historinha Hotlink, do Nerdson não vai à escola.
    Resumindo, pode trazer prejuízos para ambas as partes porque:

    • aumenta o tráfego sem dar, ao leitor, a oportunidade de conhecer meu site;
    • retira o arquivo (texto, planilha ou figura) do contexto para o qual foi criado, dando margem a más interpretações; e
    • se o nome ou a localização do arquivo forem alterados, o link ficará quebrado.

    Assim, ao referenciar algum material do site, peço que apontem para a página onde ele está localizado. Veja a seção sobre como fazer links e referências.

  • Para referenciar os materiais do site, como devo fazer o link/referência?
  • Para o endereço principal (<http://www.jlcarneiro.com/>), use preferencialmente as expressões “jlcarneiro.com”, “site de José Luís” ou “blog de José Luís”, como nos exemplos abaixo:

    Fonte: jlcarneiro.com.

    Gostei muito do site de José Luís, que visitei pela primeira vez ontem.

    Você já conhece o blog de José Luís?

    Já para um determinado artigo, tente usar o seu título. Se não for pedir demais, um link duplo seria extremamente bem-vindo.

  • Qual o formato dos arquivos disponíveis no site?
  • O material disponível encontra-se normalmente no formato PDF, que oferece uma maior fidelidade ao documento original, além de possuir visualizadores gratuitos em diversas plataformas. Entretanto, em alguns casos, pode ser necessário oferecer arquivos em formatos específicos. Quando isso ocorrer, ao lado do link para download do arquivo, será exibido um dos símbolos abaixo, identificando o formato:

    • Formato PDF Adobe Reader® (formato padrão);
    • Formato PPT Apresentação ODF (OASIS OpenDocument Format for Office Applications);
    • Formato DOC Documento texto ODF (OASIS OpenDocument Format for Office Applications);
    • Formato XLS Planilha ODF (OASIS OpenDocument Format for Office Applications);
    • Formato PPT Apresentação do MS Powerpoint®;
    • Formato DOC Documento do MS Word®;
    • Formato XLS Planilha do MS Excel®;
    • Formato ZIP Arquivo compactado (.zip, .rar, .tar, .gz ou .gz2);
    • Formato SWF Animação Flash/Shockwave®;
    • Aplicativo Windows Aplicativo para MS Windows®;
    • Aplicativo GNU/Linux Aplicativo para GNU/Linux;
    • Aplicativo multiplataforma Aplicativo Java®;
    • Formato TXT Arquivo texto; ou
    • Formato HTML Página HTML (normalmente sem ícone).

Solicitações dos leitores

  • Você pode fazer um organograma/fluxograma/layout para mim?
  • Infelizmente, não. Esses diagramas requerem um trabalho de consultoria para fazer uma análise organizacional após o levantamento os dados e informações relativos à organização ou ao fluxo a ser representado e, no momento, não disponho do tempo necessário para isso.
  • Você pode me enviar um modelo de plano de curso?
  • Para desenvolver um plano de curso, é necessário conhecer a disciplina e os assuntos que serão ministrados. Por isso, é mais fácil basear-se num modelo já pronto, como meu plano de curso de OSM, adaptando-o às suas necessidades.
  • Você pode me enviar um modelo de projeto de curso?
  • Para desenvolver um projeto de curso, é necessário conhecer o conjunto de disciplinas envolvidas e a relação entre elas. Infelizmente, não disponho de modelos projetos de curso no momento.
  • Você pode me enviar a resposta do exercício XYZ?
  • Os exercícios e atividades disponíveis neste site enquadram-se em quatro categorias possíveis:

    • exercícios com questões objetivas são acompanhados das respectivas respostas, basta procurar no artigo em que o exercício foi publicado;
    • exercícios com respostas subjetivas, como organogramas e fluxogramas, são acompanhados de uma possível solução, basta procurar no artigo em que o exercício foi publicado;
    • exercícios que avaliam a justificativa do aluno à resposta dada, como o exercício de arranjo físico, não dispõem de uma possível solução porque isso poderia influenciar as respostas dos alunos; e
    • atividades pontuadas servem como avaliação e, por razões óbvias, não podem ter suas respostas divulgadas publicamente.

  • Você pode me enviar a resposta do estudo de caso XYZ?
  • Alguns estudos de caso não têm uma “resposta correta” porque o objetivo é avaliar a justificativa do aluno para sua resposta. Portanto, qualquer possível solução apresentada por mim influenciaria os resultados. Alguns exemplos são:

  • Você pode me enviar o símbolo/insígnia/logotipo XYZ?
  • Todos os símbolos, insígnias de profissão e logotipos de informática que tenho estão na Galeria. Se não encontrar uma determinada figura é porque eu não a tenho. Por favor, quando a conseguir, envie uma cópia para mim para que eu possa acrescentá-la à coleção.
  • Você pode me enviar o vídeo XYZ?
  • Os vídeos estão hospedados no Youtube e, infelizmente, eles não oferecem mais a opção de download.
    Existem algumas outras formas de efetuar o download de vídeos. Contudo, de uma forma ou de outra, a maioria dá margem a contaminação por malware.
    Assim que identificar uma forma fácil (e segura) de fazer o download para a máquina do internauta, informo aqui.

Navegação e recursos do site

  • O que são categorias?
  • Assim como as seções em uma livraria ou biblioteca, as categorias organizam o conteúdo do site em diferentes áreas para facilitar a busca posterior.
    Neste site, por exemplo, as principais são Tecnologia, Administração, Reflexões e Diversos.
  • O que são marcadores?
  • São palavras associadas ao texto. São também conhecidos como etiquetas ou tags e ajudam a catalogar os textos, associando textos distintos por meio das palavras que têm em comum e facilitando a busca posterior, como as palavras-chave de um texto acadêmico.
    Enquanto as categorias são mais abrangentes e organizam os artigos por área, os marcadores são mais específicos, caracterizando os artigos por meio de palavras relacionadas ao assunto tratado.
    A título de exemplo, os marcadores mais usados neste site são material didático, internet, dicas e segurança.
  • O que são feeds?
  • Um feed (RSS ou ATOM) é um arquivo escrito em uma linguagem de descrição de informação chamada XML. Estes arquivos contém uma versão resumida do conteúdo do site, com menos figuras, sem menus de navegação, etc. Nesse sistema, a iniciativa do processo é do leitor. Se quiser parar de receber o conteúdo do site, não precisa pedir para ser retirado da lista. Basta cancelar a inscrição no seu micro.
    Como nenhum endereço eletrônico está envolvido, não há como o dono do site vender, distribuir ou usar, pessoalmente, os endereços para envio de spam. Assim, não é necessário se preocupar com as políticas de uso do site ou em acabar com sua caixa de entrada abarrotada de mensagens não solicitadas. Nem é necessário criar diversos endereços eletrônicos apenas para acompanhar seus sites prediletos com privacidade e segurança.
    Quer saber mais? Você pode encontrar mais detalhes nos sites abaixo:

  • Como usar feeds?
  • Quando um site tiver um link nomeado como RSS, ATOM ou XML, este link aponta para um arquivo de feed. O que você precisa fazer é copiar este link e usá-lo no seu agregador ou leitor de feeds. Bruno Torres explica, de forma fácil, como usar um agregador de feeds. Outra boa opção é o vídeo bem didático produzido pela Common Craft.
  • O que são agregadores ou leitores de feeds?
  • São programas que interpretam o conteúdo de um arquivo RSS ou ATOM. Funcionam de forma semelhante a um navegador web. Lêem o conteúdo de um arquivo cheio de códigos e apresenta este conteúdo em uma forma inteligível. Usar um agregador para se inscrever nos sites mais acessados poupa tempo, pois possibilita agrupar, em apenas um lugar, toda a informação desejada.
    Se deseja mais detalhes, recomendo o texto sobre feeds em Bruno Torres.
  • Como exibo uma imagem ao lado dos meus comentários?
  • Essas imagens são denominadas avatares e são definidas por meio de um serviço gratuito chamado Gravatar. Basta cadastrar-se no serviço e associar a imagem desejada ao endereço de e-mail usado nos comentários. O procedimento é bastante simples e, uma vez concluído, permitirá que o avatar seja exibido em vários outros sites e blogs, sempre que for usado aquele endereço de e-mail.
    Se tiver alguma dúvida sobre como configurar o seu avatar, veja esse ótimo tutorial, escrito por Leandro Martins, no Trekbrasilis.
  • O que são cookies?
  • Cookies são pequenos arquivos contendo algumas informações sobre sua visita a um site, armazenados no disco rígido do seu computador durante sua visita. Eles normalmente são usados para melhorar a navegação, personalizando páginas ou guardando suas preferências com relação a cada site.

    Por exemplo, você alguma vez já colocou algum item em um carrinho de compras virtual de uma loja online e, alguns dias depois, quando voltou, descobriu que o item ainda estava lá? Isso foi possível porque o conteúdo do carrinho estava armazenado em um cookie em seu computador.

    Se desejar mais informações sobre o assunto, veja o que a Central de Proteção e Segurança da Microsoft diz sobre cookies.

  • O que houve com a página inicial?
  • Para dar aos novos visitantes uma visão melhor do conteúdo do site, ela foi substituída pela página de boas-vindas.
    Se você prefere “pular” a página de boas-vindas, acesse diretamente conteúdo do site no endereço <http://www.jlcarneiro.com/blog/>.
    Ah! E atualize sua lista de favoritos!
  • Para que serve a página de boas-vindas?
  • A página de boas-vindas oferece uma visão geral da proposta e do conteúdo do site, destacando os artigos mais recentes.
    Apesar de ter seu próprio endereço, ela passou a ser exibida no lugar da página inicial do site para despertar a curiosidade dos novos visitantes e convidá-los a se tornarem leitores regulares.
    Se você prefere “pular” a página de boas-vindas, acesse diretamente conteúdo do site no endereço <http://www.jlcarneiro.com/blog/>.
  • Por que as cores do site mudam durante alguns dias do ano?
  • Para homenagear ocasiões como Natal, Réveillon e Outubro Rosa, ocorrem mudanças na cor de fundo, nas cores dos links e nas imagens exibidas no cabeçalho.
  • Por que o site precisa exibir anúncios e propagandas?
  • Porque, apesar de ser um projeto pessoal e não ter fins lucrativos, ele é hospedado em um provedor profissional e gera despesas de manutenção (como hospedagem e registro de domínio). Os anúncios e propagandas têm o objetivo de cobrir pelo menos parte dessas despesas para que o seu conteúdo continue gratuito.

    Se você o acha útil, veja como apoiar este site.

  • Por que devo desativar o bloqueio de anúncios e propagandas?
  • É seu direito bloquear anúncios e propagandas em seu computador. Porém, eles têm o objetivo de cobrir pelo menos parte das despesas de manutenção (como hospedagem e registro de domínio) deste site, para que o seu conteúdo continue gratuito.

    Além disso, eles são monitorados regularmente, para garantir que sejam o menos inconvenientes possível.

    Se você o acha útil, veja como apoiar este site.

Outras dúvidas

    É um conjunto de dois links que, juntos, fazem uma referência mais intuitiva para um artigo. Um aponta para o endereço principal da fonte e o outro, para a página que se quer referenciar. Aumentam a relevância das referências e valorizam a fonte dos artigos.

    Alguns exemplos:

    Ontem, encontrei algumas dicas para a carreira profissional no site jlcarneiro.com.

    Vi, no site jlcarneiro.com, algumas dicas para a carreira profissional.

  • O que é trackback?
  • É uma forma de referência automática entre blogs. Normalmente, quando o dono de um blog deseja emitir uma opinião sobre o artigo de outro, usa um comentário. Mas, se o comentário não for suficiente (por limitação de espaço, de recursos de formatação ou mesmo liberdade de expressão), ele escreve um artigo em seu próprio blog, referenciando o primeiro. Para isso, serve o trackback. O dono do blog copia o endereço de trackback do artigo que deseja referenciar e o inclui no campo adequado do seu artigo. Automaticamente é acrescentado um comentário no artigo referenciado, ligando os dois artigos.
    Outras explicações, uma mais sucinta e outra mais detalhada, podem ser vistas, respectivamente, em IvoGomes.com e no Contraditorium.
  • O que é pingback?
  • É uma forma de referência automática entre blogs, semelhante ao trackback, mas funciona de forma transparente. O autor não precisa inserir manualmente o endereço do trackback, bastando incluir um link para outro artigo, que automaticamente é enviado um pingback, informando ao autor daquele artigo que foi citado por alguém.
  • Onde você hospeda seu site?
  • As versões anteriores deste site ficavam em provedores gratuitos (como os descontinuados Geocities e hpG), mas as limitações de espaço e a falta de um banco de dados, impediam o uso de um site com conteúdo dinâmico. Então, decidi contratar um provedor de hospedagem.

    Preferi começar com uma empresa nacional para facilitar e, na época, gostei bastante do serviço oferecido. Contudo, pouco tempo depois, o custo decorrente de um maior volume de tráfego me obrigou a migrar para um serviço internacional.

    Posso dizer que já experimentei um bom número de provedores, sempre à procura de um serviço de melhor qualidade. A exceção foi em 2013, quando precisei mudar de provedor e experimentei o serviço gratuito da Hostinger. O desempenho e o suporte foram sofríveis para qualquer coisa diferente de testes ou de sites bem pequenos!

    Eis um resumo dos provedores de hospedagem que usei até hoje:

    Fase Provedor Período Nota Observações
    Início br.png Geocities 1993–2002 0/5 Gratuito. Limitado e com anúncios obrigatórios.
    1ª fase br.png hpG 2002–2004 0/5 Gratuito. Limitado e com anúncios obrigatórios.
    2ª fase br.png Aidi 2004–2006 3/5 Serviço e suporte bons. Um pouco caro para o que oferecia…
    3ª fase us.png Total Choice 2006–2007 3/5 Equilibrado. Poucos recursos para programação.
    us.png Bluehost 2007–2013 4/5 Hospedagem ilimitada e bom suporte, desempenho baixo.
    br.png Hostinger 2013–2013 1/5 Limitação de CPU, suporte ruim (serve apenas para testes).
    us.png InMotion 2013–2013 4/5 Bom desempenho, bom suporte. Uso de CPU limitado.
    us.png Hawkhost 2013-Hoje 5/5 Ótimo desempenho, poucos limites e ótimo suporte.

    Hosting ProviderAtualmente, uso a Hawk Host, onde disponho de:

    • 6GB de armazenamento;
    • 60GB de transferência mensal;
    • contas de e-mail ilimitadas;
    • PHP, MySQL e PostgreSQL;
    • backups automáticos dos últimos sete dias;
    • excelente qualidade técnica (disponibilidade e desempenho); e
    • suporte técnico de qualidade (mesmo que apenas por e-mail).

    Para aqueles que desejam apenas manter um blog e preferem opções gratuitas, é mais prático usar a versão gratuita do WordPress. Lembro apenas que, nesse caso, a customização é bastante limitada, não sendo possível adicionar extensões para obter novas funcionalidades.