Dia cheio? Planejamento nele!

long_list_businessman.jpg

Mesmo aprendendo a lidar com os jacarés, quem nunca desejou que seu dia tivesse mais horas? Mesmo com a ajuda da tecnologia (ou por causa dela), passamos boa parte do dia a cumprir compromissos, especialmente do trabalho.

Para piorar, muitos de nós ainda enfrentam os problemas das cidades grandes, como o trânsito. Segundo o consultor Luiz Affonso Romano, a maioria dos profissionais, nas grandes cidades, gasta em média 12 horas com o trabalho, quando somamos o tempo gasto trabalhando e o de deslocamento. Isso, ressalta Romano, significa um montante de 3 mil horas no ano.

Enquanto não resolvemos o problema do trânsito, a saída é melhorar nosso planejamento. Por isso, vale a pena ver as sete dicas a seguir.

7 dicas para otimizar seu dia

Por Luiz Affonso Romano*
Colocando tudo na ponta do lápis é possível gerir bem o tempo no emprego, minimizando incômodos como estouro de prazo, correria e não cumprimento de tarefas, o que normalmente acaba comprometendo parte do tempo que não caberia ao trabalho.

Veja abaixo algumas dicas do consultor:

  1. programe primeiro seu tempo, depois o trabalho;
  2. anote e prepare uma lista diária do que fazer (atualize-a todos os dias, sempre na mesma hora, pela manhã ou no final do expediente, assinalando as prioridades pela importância e/ou urgência);
  3. indague: o que o outro poderia fazer por mim? e o que posso delegar?;
  4. não complete todos os horários da agenda, prevendo atrasos, interrupções, pausas para respirar, refletir, pensar na segunda carreira, dar descanso ao cérebro;
  5. comece sempre pelas tarefas importantes; aloque as rotineiras (mais mecânicas) para quando seu rendimento cai (por exemplo, após o almoço);
  6. responda, direta ou indiretamente, a todas as ligações e e-mails neste horário de rendimento baixo. Lembre-se que quem telefonou também está a trabalho e merece sua atenção e você necessita se posicionar como um profissional de respeito;
  7. para quem for possível, residir próximo ao escritório pode ser uma boa alternativa para economizar o tempo desperdiçado no deslocamento.

* Consultor Organizacional e professor de Consultores (perfil no Linkedin).

À primeira vista, são dicas simples, fáceis de ser implementadas.

E aí? O que acha de experimentá-las?

2 comentários sobre “Dia cheio? Planejamento nele!

  1. Boas dicas, porém ainda acredito mais no que minha irmã dizia; está tudo errado, o fim-de-semana deveria ser a semana e a semana o fim-de-semana. É aquele princípio simples de maximizar a alegria e o prazer e minimizar a dor e o sofrimento. Ou seja: 5 dias de fim-de-semana e 2 dias de semana !

    abs

    • Obrigado, Zé! Quer saber? Concordo com sua irmã.

      Na verdade, acho que o pior da proposta seria passar a maior parte dos fins de semana de cinco dias sem jogo de futebol…

Deixe um comentário: