Desejos de ano-novo

toast.png

A música Amor pra Recomeçar de Frejat traz uma linda mensagem de ano-novo.

Pesquisando sobre essa música, descobri que ela é baseada no poema Os votos de Sérgio Jockymann, erradamente atribuído a Victor Hugo. Estão disponíveis, inclusive, as páginas do jornal em que o poema foi publicado em 1978.

A música elimina alguns trechos que considero importantes (como a menção às diferenças sociais) e dá ao “recomeçar a amar” um sentido distinto do original. Mesmo assim, sintetiza o poema com muita graça e leveza. Seguem trechos da letra da música, desejando um maravilhoso 2009 para todos!

Amor pra Recomeçar

por Frejat/Maurício Barros/Mauro Sta. Cecília

Eu te desejo não parar tão cedo
pois toda idade tem prazer e medo
e com os que erram feio e bastante
que você consiga ser tolerante.

[…]

Eu te desejo muitos amigos
mas que em um você possa confiar
e que tenha até inimigos
pra você não deixar de duvidar.

Quando você ficar triste
que seja por um dia e não o ano inteiro
e que você descubra que rir é bom
mas que rir de tudo é desespero.

[…]

Eu desejo que você ganhe dinheiro
pois é preciso viver também
e que você diga a ele pelo menos uma vez
quem é mesmo o dono de quem.

Desejo que você tenha a quem amar
e quando estiver bem cansado
ainda exista amor pra recomeçar.

Um comentário sobre “Desejos de ano-novo


  1. Muito bom este post. Conhecia a música, mas não a sua origem. O vídeo ainda não consegui ver, vou tentar mais tarde.

    No Zeducando postei um texto da Madre Tereza de Calcutá que diz assim:

    Tenha sempre presente que a pele enruga,
    O cabelo embranquece, os dias convertem-se em anos…
    Mas o que é importante não muda…
    A tua força e convicção não tem idade.
    O teu espírito é como qualquer teia de aranha.
    Atrás de cada conquista, vem um novo desafio.
    Enquanto estiver vivo, sinta-se vivo.
    Se sentir saudades do que fazia, volte a fazê-lo.
    Não viva de fotografias amareladas…
    Continue, quando todos esperam que desista.
    Não deixe que enferruje o ferro que existe em você.
    Faça com que, em vez de pena, tenham respeito por você.
    Quando não conseguir correr através dos anos, trote.
    Quando não conseguir trotar, caminhe.
    Quando não conseguir caminhar, use uma bengala.
    Mas nunca, nunca se detenha.

Deixe um comentário: