Basta pensar fora do quadrado

calculos_donald.jpg

Faz bastante tempo que não escrevo nada sobre planilhas de cálculo (Excel ou Calc, tanto faz). Tenho respondido dúvidas nos comentários, mas não tenho tido tempo de escrever nenhum artigo novo.

Entretanto, hoje surgiu uma dúvida no artigo Exercício de Excel que resolvi compartilhar. Sua solução é simples (trivial, diria um antigo professor meu), mas a questão é interessante porque, mais do que testar o conhecimento das funções, testa o conhecimento matemático e a capacidade de “pensar fora do quadrado”.

Segue uma versão ligeiramente adaptada (a original pode ser conferida no artigo):

Considere o conjunto de 20 células com os valores a seguir: 123, 234, 345, 456, 567, 678, 789, 765, 654, 543, 432, 321, 134, 145, 156, 167, 178, 189, 987 e 876.

Como podemos contar os números maiores que 150 e menores que 500 utilizando a função CONT.SE em apenas uma única célula?

A função CONT.SE permite apenas o uso de condições simples (e com uma
sintaxe meio estranha). Como contar células que atendam a duas condições simultaneamente (números maiores que 150 e menores que 500)?

As versões mais novas do Excel dispõem da função CONT.SES para resolver esses casos. Mas, e se eu usar uma outra planilha ou uma versão mais antiga? O problema só pode ser resolvido com esse aplicativo? Claro que não!

Vejamos: eu sei o total de células e quero saber quantas contém números maiores que 150 e menores que 500. Assim, se eu subtrair do total o número de células que não me interessam, obterei a resposta.

Ou seja, se eu ignorar as células contendo números menores ou iguais a 150 (123, 134 e 145) e as células contendo números maiores ou iguais a 500 (567, 678, 789, 765, 654, 543, 987 e 876), restarão apenas as células contendo números no intervalo desejado (234, 345, 456, 432, 321, 156, 167, 178 e 189).

Traduzindo para uma fórmula de Excel ou Calc (e supondo que usamos células da coluna A), teremos:
= CONT.NÚM(A1:A20) - CONT.SE(A1:A20; "<= 150") - CONT.SE(A1:A20; ">= 500")

Simples, não?

Talvez, se não tivéssemos tantas ferramentas para facilitar nossa vida, nosso cérebro estivesse mais acostumado “a pensar fora do quadrado”…

5 comentários sobre “Basta pensar fora do quadrado

Deixe um comentário: