A tendência de nomear tendências…

Sou administrador de empresas. Por isso, sinto-me à vontade para falar: como os homens de negócio complicam!

O termo “Terceirização“, usado a partir da década de 90 para designar a contratação de outras organizações (terceiros) para desempenhar atividades-meio, a fim de liberar a empresa para concentrar-se na execução de sua atividade-fim, foi, recentemente, substituído pelo termo outsourcing. Virou moda! Portais como o IDG Now! chegaram a publicarOutsourcing é grande tendência corporativa neste ano.”

Nem bem o nome pegou, já está sendo substituído…

info_2006_10Li, na Info de outubro/2006 (valeu, PVC!):

Depois do outsourcing

Empresas como Sadia e Philipps chegaram à conclusão que nem todas as operações de TI devem ser tercerizadas. Por isso estão reinternalizando algumas tarefas mais estratégicas da área no Brasil. O nome da novidade? Multisourcing.

A vida é cheia de ciclos. Ora dizem que o café faz bem, ora dizem que faz mal. Mas por que o pessoal de administração tem que inventar nomes para tudo?

speak_like_idiotsDescobri que há um livro que tenta explicar isso. Ainda não o li, mas gostei tanto do título que, quando estiver disponível, vou comprar: “Why business people speak like idiots“, algo como “Por que os homens de negócio falam como idiotas”.

Li um artigo no Penso, Sinto, Blogo, Existo, sobre isso. O texto original, publicado na revista Exame, está aqui. Se não conseguir acessá-lo, tente aqui.

Deixe um comentário: